Insecta Shoes

terça-feira, junho 17, 2008

História da Pulseira PANDORA

Em 1982, a loja de joalharia que um dia se viria a tornar na PANDORA foi criada pelo ourives P. Enevoldsen e a sua esposa nos modestos subúrbios de Nørrebrogade em Copenhaga, Dinamarca. Viajaram muitas vezes para a Tailândia à procura de jóias para importar e, dado que a procura pelos seus artigos aumentou, o alvo da empresa mudou para o comércio grossista.

Em 1987, após vários anos altamente bem sucedidos enquanto grossistas, a empresa interrompeu as suas actividades de retalho e mudou-se para instalações maiores. Após mais alguns anos como grossistas, Winnie e Per motivaram-se para abrir a sua própria fábrica na Tailândia como forma de assegurar, entre outras coisas, o controlo dos seus designs. Lone Frandsen foi contratado como designer e a empresa começou a centrar-se na criação de uma marca única de joalharia. Em 1996, Lisbeth Larsen, ourives e designer, juntou-se à empresa e, juntamente com Lone, desempenhou um papel-chave na definição do estilo PANDORA.

O ano de 1999 assistiu ao lançamento da pulseira com contas mais famosa da PANDORA no mercado dinamarquês. Os consumidores rapidamente adoptaram o conceito e a PANDORA cresceu lado a lado com o aumento da procura. Nos mercados estrangeiros, houve também interesse em vender joalharia PANDORA, transformando a PANDORA numa marca global que é actualmente vendida em 18 países, A PANDORA passou de um negócio de dois homens há 25 anos, a uma equipa de 35 com sede em Copenhaga, e 1.000 colaboradores na PANDORA Productions, a unidade de produção na Tailândia.

Sem comentários: