Insecta Shoes

terça-feira, dezembro 29, 2009

De Bagdade com Amor - Jay Kopelman

Comecei a ler este livro no dia 27 de Dezembro e acabei no dia 28 de Dezembro de 2009.

Ao entrarem numa casa abandonada em Fallujah, no Iraque, alguns fuzileiros ouvem ruídos suspeitos, empunham as armas, contornam uma parede e preparam-se para abrir fogo.
O que encontram durante o ataque americano à "cidade mais perigosa do mundo," contudo, não é um rebelde apostado em vingar-se, mas um cachorrinho, abandonado durante a fuga da maior parte da população civil antes de começar o bombardeamento. Apesar da lei militar que os proíbe de ter animais de estimação, os fuzileiros tiram as pulgas ao cachorro com querosene, desparasitam-no com tabaco de mascar e empanturram-no com refeições de consumo imediato (RCI).
Inicia-se assim a dramática tentativa de resgatar um cão chamado Lava, que por sua vez irá salvar das feridas emocionais da guerra pelo menos um fuzileiro, o tenente-coronel Jay Kopelman.




Jay Kopelman, 46, was formerly a Lieutenant Colonel in the U.S. Marine Corps, stationed at Camp Pendleton in Oceanside, CA. A native of Pittsburgh, Pennsylvania, and a graduate of the University of Miami, he began his military career in the U.S. Navy in 1985. He transferred to the Marine Corps in 1992, where he trained to become a forward air controller and earned his gold naval parachutist wings while assigned to 1st Air/Naval Gunfire Liaison Company.

In 1996, Jay left active duty to pursue opportunities in the Internet and financial services industries. He stayed active in the Marine Corps Reserve, and was recalled to active duty after September 11. During his career, Jay has made multiple overseas deployments to Okinawa, Kuwait, Jordan, Qatar, and twice to Iraq, participating in Operation Iraqi Freedom and Operation Iraqi Freedom II.

In September 2004, as the Special Operations Forces Liaison Officer for the 1st Marine Expeditionary Force (I MEF), Jay deployed to Iraq to train the Iraqi Special Forces. In October, he was assigned as the liaison officer to an Iraqi Army battalion, and in November they entered Fallujah to battle insurgents for control of the city. It was there that he met and adopted Lava, a five week old puppy abandoned during the days before the invasion.

Following his return to the United States, based on his experiences in Iraq, Jay was asked to help train the Marines who would return to Iraq as advisors to the Iraqi armed forces and police. He most recently served as the Deputy Assistant Chief of Staff for advisor training at I MEF before leaving active duty on September 20, 2006. Jay will be retiring from the Marine Corps on January 1, 2007.

Jay is a competitive bicyclist, and is the 45+ squad leader for the Suncoast Velo/UC Cyclery racing team in San Diego. Jay also contributes his time and Lava's name recognition to the Helen Woodward Animal Center and Canine Companions for Independence to help raise awareness and money for abandoned and assistance animals. He also recently served on the board of directors of the Enduring Freedom Killed In Action Fund (http://www.killedinactionfund.org), an organization that provides grants to survivors of military members who are killed in action in the war on terror, but whose benefits are "lost" in the system. Jay donates a portion of his book proceeds to the Enduring Freedom Killed in Action Fund and the Freedom is Not Free Fund (http://www.freedomisnotfree.com). Both charities are 501c3 organizations dedicated to helping those serving the military and their families.





Jay lives in La Jolla, CA, with his wife, Pam; son Mattox; stepson Sean; their two dogs, Lava and Koda; and Cheddar the cat. Both Jay and his wife, an anthropologist, are avid surfers who make an annual pilgrimage to Costa Rica. They also spend time skiing, camping, waterskiing/wakeboarding and rock climbing.




domingo, dezembro 27, 2009

Academia de Vampiros - Richelle Mead

Comecei a ler este livro no dia 22 de Dezembro de 2009 e acabei no dia 27 de Dezembro.

Sinopse
Lissa Dragomir é uma princesa Moroi - um vampiro mortal com um laço inquebrável com a magia da Terra - e deve por isso ser protegida dos Strigoi, os vampiros mais ferozes e mais perigosos - os que nunca morrem. Rose Hathaway, a melhor amiga de Lissa, é uma Dhampir - nas suas veias corre uma poderosa mistura de sangue de ser humano e de vampiro. Rose tem como missão proteger Lissa dos Strigoi, que tentam por todos os meios tornar Lissa uma deles.



Após dois anos de uma liberdade proibida, Rose e Lissa são apanhadas e arrastadas de volta à Academia São Vladimir, escondida nas profundezas da floresta de Montana. Aí, Rose deverá continuar a sua educação de Dhampi, enquanto Lissa será educada para se tornar a rainha da elite Moroi. E ambas voltam a quebrar corações na Academia. No entanto, é dentro dos portões de ferro de São Vladimir que a segurança de Lissa e Rose está mais ameaçada. Os horríveis e sanguinários rituais dos Moroi, a sua natureza oculta e o seu fascínio pela noite criam um enigmático mundo repleto de complexidades sociais. Rose e Lissa vêem-se forçadas a deslizar por este perigoso mundo, resistindo à tentação de romances proibidos e nunca baixando a guarda, ou os Strigoi farão de Lissa um deles para a eternidade...Academia de Vampiros de Richelle Mead

Para mim, o livro Academia de Vampiros é uma junção entre Harry Potter e a Saga Luz e Escuridão. Este livro retrata o dia-a-dia numa escola para Vampiros adolescentes e os seus respectivos Guardiões.

É uma nova e refrescante perspectiva, que esta escritora nos traz sobre esta actual “vampiro - mania”.

Temos romance (entre Rose e Dimitri), acção, suspense e drama, para quem gosta de livros sobre vampiros, aqui fica uma nova saga a que vou ficar atenta aos próximos volumes.



Críticas de imprensa
“Cativante”
Booklist

“Excelente, misterioso e delicioso.”
Publishers Weekly

Richelle Mead (born November 12, 1976) is a bestselling American fantasy author. She has three ongoing series: the Georgina Kincaid series, the Vampire Academy series, and the Dark Swan series. All are available internationally, including countries in North America, South America, Europe, Asia, and Australia.

She was born in Michigan, and now lives in the Seattle suburb of Kirkland, Washington. She has three degrees: a Bachelor of General Studies from the University of Michigan, a Master of Comparative Religion from Western Michigan University, and a Master of Teaching from the University of Washington. Her teaching degree led her to become an 8th grade teacher in suburban Seattle, where she taught social studies and English. She continued writing in her free time, until she sold her first novel, Succubus Blues. After quitting her job to write full time, her other books quickly followed.



Mead actively writes books in three different series. The schedule for this is so demanding that she has to turn out a draft for a new book every three months. This is an extremely fast turnaround compared to the year that most authors take to write a book.

quarta-feira, dezembro 23, 2009

O Filosofo e o Lobo - Mark Rowlands

Comecei a ler este livro no dia 12 de Dezembro de 2009 e acabei no dia 22 de Dezembro

No dia em que Mark Rowlands comprou um lobo, teve a sua primeira grande lição sobre a espécie: os lobos não gostam de ficar sozinhos. Ao regressar a casa, encontrou-a completamente destruída: dos forros do sofá, às tubagens do ar condicionado, nada restava inteiro.


Naquele dia, Mark fez um pacto com Brenin: nunca mais o abandonaria.Começava assim a estranha amizade de um professor de filosofia, misógino e alcoólico, e o seu imponente lobo de 70 quilos. Não mais se separaram. Iam juntos para todo o lado: os jogos de râguebi, as festas na universidade, e até às aulas - onde Brenin ocasionalmente uivava, ao ouvir dissertações chatas sobre filósofos herméticos.
O Filósofo e o Lobo é a história real de uma relação de doze anos entre um homem e um lobo. É um ensaio sobre o que nos separa (e aproxima) dos animais, um tratado sobre a lealdade, o companheirismo e o amor. Mas é também, acima de tudo, uma narrativa comovedora, pungente, sobre o que significa ser-se humano - e sobre o que podemos aprender com os lobos.

Quem pensa que vai ler um livro parecido com o Marley e Eu... está muito enganado...

É um livro mais técnico (escrito por um professor Universitário - Filosofo) com muitas reflexões sobre a relação entre os seres humanos e os lobos. E na opinião do escritor, os seres humanos deveriam abandonar os seus comportamentos de símios e seguir mais os comportamentos dos lobos.

É uma leitura interessante, mas, para quem não gosta deste tema, pode ser uma leitura bastante "pesada".


Autor:
Mark Rowlands tentou, sem sucesso, formar-se em Engenharia na Universidade de Manchester. Ao fim de um ano decidiu mudar de rumo, e inscreveu-se em Oxford, onde viria a doutorar-se em Filosofia. A partir de então, e durante duas décadas, viveu em vários países – Estados Unidos, Irlanda, França e Inglaterra –, quase sempre como professor universitário. Escreveu diversos livros, sobretudo obras académicas que reflectem sobre o estatuto moral dos animais, entre os quais o best-seller Everything I Know I Learned From TV. Após várias tentativas falhadas de se tornar surfista profissional, acabou por se resignar à condição de docente, e actualmente dá aulas em Miami. O Filósofo e o Lobo, publicado este ano em Inglaterra com enorme sucesso, foi traduzido para mais de uma dúzia de países.

Prendas de Natal

Estes são alguns porta chaves que eu fiz em feltro, para oferecer este Natal.






terça-feira, dezembro 22, 2009

segunda-feira, dezembro 21, 2009

Postal de Natal 2009 - Merry Christmas! - Videos David Fonseca

Postal de Natal 2009 - Merry Christmas! - Videos David Fonseca

Mensagem de Natal do David Fonseca



Este é um singelo email com o desejo de um FELIZ NATAL e UM INCRÍVEL E ARREBATADOR ANO DE 2010 para ti !!!

Aqui fica o meu postal de Natal, clica AQUI para a versão de alta qualidade.

Caso queiras partilhar, está também disponível no YOUTUBE e nos VÍDEOS DO SAPO.

Abraços, beijos e todo um arraial de danças desbragadas para vocês!

David

sábado, dezembro 12, 2009

Trabalhos Manuais


Este foi o meu primeiro trabalho em feltro, feito com a maravilhosa ajuda da minha grande amiga e "professora": M.


Depois andei a pintar esta Hello Kitty (tb com a supervissão da "prof.")


Depois já completamente sozinha fiz este porta-chaves em tons de cor de rosa.


Também fiz esta pregadeira


E o meu último trabalho até este momento foi mais um porta-chaves.

Estou a pensar em abrir um negocio !!! O que pensam??? Eu estou a pensar em fazer em feltro umas Hello Kitys, umas Puccas, um cão, uma ovelha e mais uns quantos corações e muitas flores.

O Amor em Minusculas - Francesc Miralles

Comecei a ler este livro no dia 8 de Dezembro e acabei de ler o livro hoje dia 12 Dezembro. Gostei muito da história de Amor e gostei muito da maneira como este escritor escreve. É um livro que se lê muito bem.



Este é um pequeno poema que eu retirei do livro:
Duvida que as estrelas são fogo;
duvida que o Sol se move;
duvida que a verdade não engana;
Mas nunca duvides que eu te amo.


Muito simples, mas muito belo.

Francesc Miralles Contijoch, escritor, ensayista, traductor y músico, nació en Barcelona el 27 de agosto de 1968.

Es autor de numerosos libros de autoayuda y de varias novelas, entre ellas Perdut a Bombai (2001), Un haiku per a l'Alicia (2002), ganadora del premio Gran Angular, El somni d'Occident (2002), Café balcanic (2004), Jet Lag (2006), Barcelona blues (2004), Amor en minúscula (2006), Interrail (2007), con la que ganaría el premio Columna Jove, El viaje de Índigo (2007), El cuarto reino (2008) y La profecía 2013 (2008).



Entre sus obras de no ficción figuran Barcelona romántica (2004), La barcelona insólita (2005), L'autoajuda al descobert (2006), Conversaciones sobre la felicidad (2007) y El laberinto de la felicidad (2007), en co-autoría con Álex Rovira Celma, que ya ha sido traducido a 10 idiomas.

Como músico ha publicado un disco, Hotel Guru, en 2007.

Como traductor, ha traducido obras de Henning Mankell destinadas a un público juvenil, como Viatge a la fi del món (2007) o El noi que dormia a la neu (2007), ambas en catalán.

Obtenido de "http://es.wikipedia.org/wiki/Francesc_Miralles"

terça-feira, dezembro 08, 2009

Clube de Sangue - Charlaine Harris

Comecei a ler este livro no dia 28 de Novembro e acabei hoje dia 8 de Dezembro.



O que poderei eu dizer sobre um livro de vampiros? É um tema que eu gosto bastante, que está agora muito em voga
Tenho pena de começar esta saga só no terceiro volume, pois muitas coisas devem de ter acontecido, nos dois volumes anteriores.
Mas o enredo faz-me lembrar uma história de vampiros/lobisomens/humanos que anda agora a circular pelas salas de cinema.
Uma humana que não têm medo de vampiros e que no decorrer da história até encontra um lobisomem que até é capaz de se apaixonar por ele.
Este volume têm bastante acção, sangue, lutas e traições e a forma como a escritora conta a história da perspectiva da única humana com poderes telepáticos é muito engraçado e por vezes cómico. Até parece que nos podia acontecer a qualquer um de nós mortais.


Charlaine Harris (born November 25, 1951 in Tunica, Mississippi) is a New York Times bestselling author who has been writing mysteries for over twenty years. She was born and raised in the Mississippi River Delta area of the United States. She now lives in southern Arkansas with her husband, and three children.[1] Though her early works consisted largely of poems about ghosts and, later, teenage angst, she began writing plays when she attended Rhodes College in Memphis, Tennessee. She began to write books a few years later.



After publishing two stand-alone mysteries, Harris began the lighthearted Aurora Teagarden books with Real Murders, a Best Novel 1990 nomination for the Agatha Awards. Harris wrote several books in the series before the mid-1990s when she began branching out into other works. She did not resume the series until 1999, with the exception of one short story in a Murder, She Wrote anthology titled, "Murder, They Wrote."

In 1996, she released the first in the Shakespeare series, set in rural Arkansas. The fifth book in the series, Shakespeare's Counselor, was printed in fall 2001, followed by the short story "Dead Giveaway" published in the Ellery Queen Mystery Magazine in December of the same year. Harris has stated on her website that she has finished with the series.

After Shakespeare, Harris created The Southern Vampire Mysteries series about a telepathic waitress named Sookie Stackhouse who works in a northern Louisiana bar. The first book in the series, Dead Until Dark, won the Anthony Award for Best Paperback Mystery in 2001. Each book follows Sookie as she tries to solve mysteries involving vampires, werewolves, and other supernatural creatures. The series has been released in Australia, New Zealand, Japan, Spain, Greece, Germany, France, Argentina, Poland, Brazil, Great Britain, Ireland, Mexico, Norway and Sweden.

Sookie Stackhouse has proven to be so popular that Alan Ball, creator of the HBO television series Six Feet Under, announced he would undertake the production of a new HBO series based upon The Southern Vampire Mysteries.[2] He also wrote and directed the pilot episode for the series, True Blood, which premiered on September 7, 2008 on HBO.

October 2005 marked the debut of Harris's new series entitled The Harper Connelly Mysteries, with the release of Grave Sight. The series is told by a young woman named Harper Connelly, who after being struck by lightning, is able to locate dead bodies and determine their cause of death.

Professionally, Harris is a member of the Mystery Writers of America and the American Crime Writers League. She is a member of the board of Sisters in Crime, and alternates with Joan Hess as president of the Arkansas Mystery Writers Alliance. Personally, Harris is married and the mother of three teenagers. A former weightlifter and karate student,[3] she is an avid reader and cinemaphile. Harris resides in Magnolia, Arkansas, where she is the senior warden of St. James Episcopal Church.[4]


O Genérico


O primeiro episódio

sábado, dezembro 05, 2009

Decorar é Fácil!!

Este era o meu escritório o ano passado, mas após uma remodelações, este foi o resultado ... e agora é o meu ginásio!!!!





Gostam???

Mais avanços no Puzzle!!!





sábado, novembro 28, 2009

Quero-te Muito! - Federico Moccia

Acabei de ler este livro no dia 27 de Novembro.
Adorei a forma como este escritor escreve. Adorava ver este livro passar para o grande ecrãn.... e descobri agora na net que sim o livro ... já é um filme!!!! Tenho que o encontrar e comprar!!!! (Ho voglia di te)



Um excerto que eu adorei:

Step. Sempre te quis
Quero-te muito
Por tudo o que imaginei, sonhei, ansiei.
Quero-te muito.
Pelo que sei e ainda pelo que não sei.
Quero-te muito.
Por aquele beijo que ainda não te dei.
Quero-te muito.
Pelo amor que nunca fiz.
Quero-te muito, embora nunca te tenha provado.
Quero-te muito, a ti todo. Aos teus erros, aos teus sucessos, aos teus enganos, às tuas dores, às tuas incertezas, aos teus pensamentos que tiveste e àqueles que espero que tenhas esquecido, aos pensamentos que ainda não sabes.
Quero-te muito.
Quero-te tanto, que nada me basta.
Quero-te tanto e nem sequer sei porquê...
Ufa. QUERO-TE MUITO.





Federico Moccia nasceu em Roma em 1963. Trabalha como cenógrafo no cinema e como argumentista para a televisão. É autor de três títulos, traduzidos em doze línguas, todos eles grandes best-sellers entre os leitores jovens de todo o mundo, tendo-se tornado uma referência indiscutível para os adolescentes do seu país. Moccia combina o estilo rápido e ligeiro, o coloquialismo e a descrição esquemática de situações numa elaboração muito próxima do guião cinematográfico, o que dota a sua escrita de uma grande fluidez e facilidade de leitura. As frequentes alusões a referências culturais, sem descurar os mais intensos sentimentos amorosos e as atitudes rebeldes que caracterizam a adolescência, são os seus trunfos para prender rapidamente os leitores.




E este é o trailer do filme anterior: "Eu e Tu... Três Metros Acima do Céu!!!"

terça-feira, novembro 24, 2009

A Noite de Tamarindo - Antonio Gómez Rufo

Comecei a ler este livro no dia 5 de Novembro e acabei no dia 18 de Novembro.

Salvaria a vida do seu filho à custa da morte de outra criança?
Seria capaz de recorrer a métodos ilegais para comprar mais tempo de vida?
O amor ainda é o melhor refúgio do ser humano?



Porque é que os governos do mundo colocam questões éticas ao avanço da Ciência?
A Noite do Tamarindo dá resposta a estas e outras perguntas. Um romance apaixonante repleto de acção e com um ritmo espectacular que se desenvolve nos mais luxuosos cenários do mundo. Uma história para debater o futuro imediato, que já começou.


Sobre o autor:
Antonio Gómez Rufo (Madrid, 1954).Traduzida em alemão, holandês, búlgaro, português, francês, russo, húngaro, grego e polaco, a obra narrativa de Gómez Rufo tem sido elogiada pela crítica espanhola e internacional: «Uma estupenda novela sobre um dos personagens mais apaixonantes da história» (El País, sobre La Leyenda del falso traidor), «Romance tremendo, denso, subjugante. Uma delicia.» (revista Tiempo, sobre Los mares del miedo), «Um romance magnífico e necessário» (La Razón, sobre Adiós a los hombres), «Um romance romântico, de perfeição absoluta» (Kapital, Bulgária, sobre a El Alma de los peces) ou «Funciona como um relógio de fábrica, (…) cada tictac soa como tem que soar» (ABC, sobre El Secreto del rey cautivo) É também autor de outras obras como As lágrimas de Henan, Si tú supieras y Balada triste en Madrid. Com El secreto del rey cautivo obteve o Prémio de Novela Fernando Lara 2005.





Este livro no inicio a mim não me deixou muito "agarrada", pois é bastante descritivo e por vezes torna-se cansativo. Mas é uma história interessante e ficamos a pensar as voltas que a vida dá... e que muitas vezes ter muito dinheiro não significa que seremos felizes. Realmente o que é que o dinheiro pode comprar??? Amor?? Saude??? Estatuto???


Aqui ficam alguns excertos do livro que gostei
(…Pág. 328…)
Sabe que dentro de cinquenta anos o mundo não se parecerá em nada com o que conhecemos hoje? Sabe que mais tarde ou mais cedo os que mandam vão provocar o aparecimento e a expansão de estripes de vírus invencíveis que semearão o planeta de pandemias? Sabe, senhor Salazar, que a população mundial ficará reduzida a metade graças a uma terrível epidemia antes de o século XXI acabar, que os nossos netos viverão sem água nem alimentos naturais, que a Europa ficará reduzida a um terço devido às inundações do Árctico e o que restar do Ocidente já não será a civilização que conhecemos? O estado de bem-estar tem os dias contados! Vejo que não tinha a menor ideia! Porque ainda há mais, muito mais… Disseram-lhe que vai ser ilegal fumar e beber álcool, que nos converterão em estéreis primeiro e depois em castrados para acabar com o crescimento demográfico, que respiraremos um oxigénio tão pobre que ficaremos todos tontos e que sobreviver será uma tortura? Ou será que ainda não verificou que o clima já não se parece em nada ao que era há alguns anos? Compreendo que não queira pensar nisso, que nem sequer o tenha considerado, mas a capacidade de adaptação do ser humano será um património exclusivo dos nossos netos, no caso de o conseguirem, o que duvido… Nem você nem eu conseguiremos sobreviver nesse mundo!

(… Pág. 309…)
Insisto na minha ideia de que a infelicidade produz o cancro. Mais do que outras causas que se dão com indutoras da inibição dos anticorpos que impedem a malignização das células, o pior para o ser humano é a infelicidade, meu querido amigo; a infelicidade. Se vivêssemos com optimismo e nos ríssemos mais, manteríamos o cancro na linha. Um dia destes vai ser obrigatório rir e vão educar-nos desde pequenos a não cair na asneira da competitividade, para controlar emoções descontroladas, para converter em algo relativo aquilo que nos acontece e para viver em sossego. Quando isto for assim, quero dizer que quando aprenderemos a ser mais felizes, diminuirá de forma radical a presença dos tumores malignos na nossa sociedade ocidental.

(…Pág. 340…)

O ódio é um sentimento mais forte que o amor e não se pode apagar quando se amaldiçoa não se sabe quem.

(…Pág. 365…)
A vida, depois de tudo, não era uma cebola, mas sim uma rosa, e não era envolvida por camadas para arrancar mas por pétalas para desfolhar. E no final das pétalas, no final do aromático coração da corola desfolhada, encontram-se os estames e os pistilos formados por mil pequenos órgãos produtores de pólen que são as minúsculas sementes que guardam uma promessa cada uma. A vida é uma rosa que brota e que se cobre de lindíssimas pétalas de cor para ocultar a continuação da vida. Continuar a vida. E desde aquele momento ia vivê-la de verdade. Livre, sem temê-la nem temer-se a si mesmo. Sem medos…
(…Pág. 284…)
As calças caídas pela anca… Os negros do Bronx, desse bairro nova-iorquino, começaram a usá-las assim, sem cinto nem suspensórios, como forma de protesto, como uma maneira de se solidarizarem com os seus irmãos negros que esperavam no corredor da morte para serem executados. A estes eram-lhes retirados os cintos e os atacadores para evitar que se suicidassem, por isso no corredor todos traziam as calças descaídas. E na rua os negros usavam-nas também assim para chamar a atenção do mundo sobre aqueles irmãos que esperavam a morte, muito deles, asseguravam, pelo único motivo de serem negros.

domingo, novembro 22, 2009

terça-feira, novembro 17, 2009

5º Dia do Puzzle

Conforme prometido, fica aqui as fotos das ultimas actualizações do puzzle.


Panorâma Geral










terça-feira, novembro 10, 2009

segunda-feira, novembro 09, 2009

Passo 3 - Separar as Peças Especiais

Depois passei o resto do fim de semana a vasculhar todas as restantes peças e separar aquelas peças que são especiais (ou seja, que não tenha o formato normal de uma peça de puzzle).



E até ao domingo à noite, andei a "pescar" peças... que tenham um desenho evidente a que zona do puzzle pretencem... e assim já consegui quase completar o caranguejo, o cavalo marinho e o peixe leão

Passo 2 - Contornos do Puzzle

E no Sabado de manhã sabem o que é que andei a fazer??? A separar as peças referentes ao contorno do puzzle:




E depois tive que as juntar todas, e foi este o resultado (tudo durante o periodo da manhã)