Insecta Shoes

quarta-feira, junho 26, 2013

A Joia das Sete estrelas - Bram Stoker

Um ataque misterioso subitamente desencadeado contra o pai de Margaret Trelawny faz com que o jovem advogado Malcolm Ross acorra a casa do eminente egiptologista. Por entre múmias e diversas relíquias orientais estão atuantes forças muito antigas, maiores do que qualquer deles poderia ter imaginado. A rainha Terra despertou e prepara-se para vir tomar posse daquilo que acredita ser seu. Passado em Londres, na Cornualha e no Egito e escrito numa altura em que o fascínio pelo Oriente estava generalizado em Inglaterra, A Joia das Sete Estrelas traduz o interesse quer na alegada selvajaria e degradação moral dos povos orientais, quer na sua beleza exótica e na sua opulência. Publicada originalmente em 1903, na sequência do célebre Drácula, esta versão do romance nunca foi reeditada desde então. Uma história de possessão e de reencarnação, baseada num profundo conhecimento da Egiptologia. "O seu melhor romance sobrenatural". - The Times


A minha opinião:


Na minha opinião não considero que este livro seja de terror, posso classifica-lo como de suspense, mas não é um livro que meta medo.

Uma história bastante interessante, com uma boa estrutura, os personagens são bem descritos e o tema está bem desenvolvido sobre as maldições das múmias do Egito, as crenças que mesmo depois de mortos os faraós podiam regressar ou ter uma nova vida nos Campos Elysées.

Existe desde o principio um grande mistério que envolve o pai da Margaret, o Sr. Trelawny, que se encontra num estado comatoso no seu próprio quarto, onde se pensa que tenha sofrido um ataque que uma entidade que não deixou qualquer pistas para que os detetives da Scottland Yard, possam descobrir o que se tinha passado. Mas com a ajuda do advogado Malcom Ross, e com o aparecimento do Sr Euguene Corbeck, egiptólogo ajudante do Sr. Trelawny, descobrem novas informações para resolver a maldição da mumia da Rainha Terra.

Sem comentários: