Insecta Shoes

segunda-feira, março 30, 2009

Para a minha querida Tânia



Não tenho palavras para descrever os meus sentimentos, só sei que quando hoje descobri a noticia, que a Tânia nos tinha deixado na passada sexta-feira fiquei muito triste e sem vontade para estar aqui no meu trabalho.


Acho que a vida não é justa, já a pouco tempo tinha falado com uma amiga sobre este tema, pois o filho dela que era militar, passou vários anos no estrangeiro no Iraque e Afeganistão e quando veio uns dias a Portugal, teve uma morte brutal e violenta num acidente automóvel, como é que é possível pessoas boas, como o filho da minha amiga, os meus dois tios (que faleceram com cancro) e agora Tânia morrerem e tantos assassinos, pedófilos e corruptos, continuarem a viver sem nada lhes acontecer… acho que existem momentos na nossa vida em começamos a perder a nossa fé…
Acho que nunca tinha desabafado assim no meu blog, mas estou muito triste e desiludida.


Gostava de deixar aqui para os pais e família da Tânia e para o Cláudio um grande abraço apertado.

2 comentários:

paula disse...

se pensares na vida como uma aprendizagem, uma escola de valores, faz todo o sentido que os bons partam cedo, cedo demais para os nossos padrões...

beijo

M disse...

É normal o sentimento de tristeza nestes momentos, mas não vale mesmo a pena questionar a lógica da morte porque ela simplesmente não existe, assim como me parece que existam vidasmais valiosas do que outras mas antes, vidas que nos dizem mais do que outras...

De qualquer forma e como amigo apresento-te os meus sentimentos.

Bjs