Insecta Shoes

segunda-feira, maio 30, 2011

A Linguagem Secreta das Flores - Vanessa Diffenbaugh

Comecei a ler este livro no dia 27/052011 e acabei de ler no dia 29/05/2011.

Victoria Jones tem medo do contacto físico. Tem medo das palavras, as suas e as dos outros. Sobretudo, tem medo de amar e de ser amada. Há apenas um lugar onde todos os seus medos se esfumam no silêncio e na paz: o seu pequeno jardim secreto, num recanto de um parque público de São Francisco.



É nesse refúgio que cuida das flores e se sente em casa. Foi Elizabeth, a única mãe verdadeira que conheceu na sua vida, que a iniciou na arte da linguagem secreta das flores. Para Victoria é simples resumir a sua vida através das flores: a lavanda para a indiferença, os cardos para a misantropia, e a rosa branca para a solidão.
Abandonada ainda em bebé, passou a infância a saltitar de uma família adoptiva para outra. Agora, aos dezoito anos, está largada à sua sorte, sem um lugar a que chamar casa. Até ao dia em que uma florista descobre o talento de Victoria para as flores e lhe oferece trabalho. Rapidamente os seus arranjos florais passam a ser dos mais procurados da cidade, porque comunicam emoções, oferecem felicidade e curam a alma.
Apesar da magia e beleza que espalha em seu redor, Victoria continua sem esperança de encontrar um remédio que cure as suas feridas. Tudo muda quando conhece Grant, um jovem misterioso que também conhece a linguagem secreta das flores e parece saber tudo sobre ela. Só Grant parece ser capaz de aceder ao coração de Victoria, bem trancado dentro de um compartimento secreto. Este encontro obriga a jovem mulher a recordar um segredo do seu passado e a decidir se vale a pena arriscar tudo em troca de uma segunda possibilidade de ser feliz.

Para escrever Linguagem Secreta das Flores, Vanessa Diffenbaugh inspirou-se na sua própria experiência como mãe adotiva. Depois de estudar escrita criativa e educação na Universidade de Stanford, Vanessa ensinou arte e escrita a jovens de comunidades de baixo rendimento. Ela e o marido, PK, têm três filhos e vivem em Cambridge, Massachusetts. Este é seu primeiro romance.



A minha opinião:

Um livro maravilhoso. Foi o primeiro livro que li desta escritora, e gostei na maneira como o livro foi estruturado.
Apesar de ser uma história triste, sobre um lado não muito falado dos casos da adopção que não tiveram sucesso. Fala-nos e transmite-nos alguma esperança para o início de vida no mundo dos adultos de uma jovem que durante toda a sua juventude nunca recebeu um acto de amor.
Bem recebeu amor, de uma possível mãe adoptiva, que também ela tinha problemas com o seu passado e com a sua família. Mas mesmo assim foi a única pessoa, que lhe deu amor, educação e carinho…e deu-lhe mais do que isso.. deu-lhe a conhecer a linguagem secreta das flores. Que vai ajudar a Victoria a arranjar um trabalho, na área que mais gosta, trabalhar com flores e também a vai a ajudar a encontrar uma pessoa que a vai amar.
Uma história magnifica, e que no final do livro trás um bónus de nos oferecer o dicionário dos significados de cada uma das flores.
Fiquei com uma vontade incrível de começar a semear e plantar um jardim, na minha pequena varanda.

"Anyone can grow into sometinhg beautiful"

Sem comentários: