Insecta Shoes

sexta-feira, outubro 19, 2012

O Estranho caso da Rapariga Raptada - Spencer Quinn

Chet nunca percebeu muito bem porque chumbou na escola de cães polícias. De resto, há muitas coisas que ele não entende. Como o facto de os seres humanos verterem água dos olhos quando estão perturbados ("especialmente as mulheres"). Ou de sentir um vento pelas costas sempre que abana a cauda. Mas Chet sabe que o dono é um detetive chamado Bernie. E percebe que os dois vão embarcar numa nova missão quando uma loura lhes bate à porta e pede para lhe encontrarem a filha - que pode ou não ter sido raptada. Rapidamente se veem envolvidos num caso muito mais complicado do que poderia parecer, e têm um perigoso grupo de gangsters russos à perna.

O Estranho Caso da Rapariga Raptada apresenta-nos uma das mais originais duplas de detetives do romance contemporâneo. Bernie é o anti-herói, divorciado, sem um tostão no bolso e que se bate pela custódia do filho. Chet é o narrador canino, que tenta sem muito sucesso compreender os bizarros costumes humanos. Juntos oferecem-nos uma história onde não falta nada: humor, ritmo, uma intriga inteligente e um suspense arrepiante. E, sobretudo, uma visão tocante da relação ancestral entre o homem e o seu cão.

Críticas de imprensa
«Spencer Quinn fala duas línguas fluentemente – a dos cães e a do suspense. Por vezes revela-se hilariante, noutras tocante e aqui e ali chega a ser assustador. O meu sincero conselho é que corram para a livraria mais próxima e agarrem este romance único.»
Stephen King.

A minha opinião:

Agora estou ansiosa para os próximos livros da série, este é o primeiro livro de uma nova série de mistérios. Uma história de detetive contada a partir do ponto de vista de um cão. Este é um livro, repleto de diversão criativa e original

O autor capturou de forma perfeita a forma de como um cão é. Fiquei a adorar a personalidade do Chet, do Bernie, e da Suzie.

É um mistério policial, mas a força motriz por trás do romance é o narrador, Chet o cão.

Sem comentários: