Insecta Shoes

quarta-feira, novembro 05, 2008

O Último Papa - Luís Miguel Rocha

Comecei a ler no dia 28/10/2008 e acabei de ler no dia 03/11/2008

Sinopse
Intriga, acção e suspense, num thriller vertiginoso que o vai mergulhar no mais obscuro segredo do Vaticano.
1978, CIDADE DO VATICANO
Às 4.30 da manhã , a irmã Vicenza, assistente pessoal de João Paulo I, chega à antecâmara dos aposentos pontífices com o pequeno-almoço. Deseja os bons dias ao Papa mas, pela primeira vez, não é convidada a entrar. Só quando mais tarde ganha coragem e abre a porta, descobre que Albino Luciani, representante de Deus na Terra, jaz morto na cama. Tinha sido eleito Papa há apenas 33 dias. E em 2000 anos de história, nunca nenhum Papa havia morrido sozinho.

2006, LONDRES
Sarah Monteiro, uma jovem jornalista portuguesa, está de regresso a Londres depois de umas férias na terra natal. Ao chegar, encontra entre a correspondência um envelope que lhe chama a atenção. Lá dentro, uma lista com nomes de personalidades públicas e pessoas desconhecidas, entre eles o de seu pai. A lista tem mais de 25 anos e muitos dos nomeados já faleceram. Mas como cedo irá descobrir, aquela lista poderá transformar-se num bilhete para a morte.



Com ajuda de um homem misterioso com muitos nomes e poucas respostas, inicia uma frenética corrida para escapar à morte. De Londres a Lisboa e a Nova Iorque, terá de levar a melhor a uma organização secreta que não olha a meios para deitar a mão à lista, e impedir a divulgação de um segredo que o Vaticano esconde há mais de trinta anos.



Prepare-se, pois desta vez a conspiração é baseada em factos verídicos. E Portugal está envolvido.

Críticas de imprensa
"Inquietante e Diabólico. Um Sucesso."
La Nazione




Luís Miguel Rocha (Porto, Fevereiro de 1976) é um escritor português.

Foi estudante de Humanidades até ao 12º ano. Começou a sua vida profissional como técnico da produtora que era responsável pelas missas da TVI, aos vinte anos de idade. Supervisionou guiões para produtores ingleses e nacionais e foi tradutor de livros e contos já publicados. Actualmente, dedica-se apenas à escrita.

O livro que lhe trouxe inesperadamente a riqueza e o sucesso foi O Último Papa, onde expõe uma teoria sobre a misteriosa morte de Albino Luciani, o Papa João Paulo I, envolvendo a loja maçónica italiana Propaganda Due (P2) e outras agências secretas internacionais, como a CIA. O autor alega que esta teoria é verdadeira e que tem documentos que a comprovam, cedidos por um acessor de um ministro italiano.

Na sequela deste livro, Bala Santa, Luís Miguel Rocha mostra uma outra tese, desta vez relacionada com o atentado a Karol Wojtila, o Papa João Paulo II.

O seu próximo livro está previsto para ser lançado a 13 de Maio de 2009.

Sem comentários: