Insecta Shoes

domingo, maio 16, 2010

Uma Aventura no Egipto - Ana Maria Magalhães, Isabel Alçada

Comecei a ler este livro no dia 28/04/2010 e acabei no dia 01/05/2010

Desta vez a aventura tem por cenário um campo de escavações arqueológicas no Egipto. Enigmáticos desaparecimentos, personagens misteriosas, muita acção - eis os ingredientes para uma aventura emocionante. Em apêndice inclui-se informação factual sobre o antigo Egipto, com a colaboração do egiptólogo Prof. Luís Manuel de Araújo.



Isabel Alçada nasceu em Lisboa no dia 29 de Maio de 1950. Licenciada em Filosofia pela Faculdade de Letras de Lisboa. Fez o Mestrado em Ciências da Educação pela Universidade de Boston. Professora destacada no Gabinete de Estudos e Planeamento do Ministério da Educação. Orientadora de História durante três anos. Técnica do Ministério da Educação para a Reforma do Ensino Secundário. Professora convidada pelo Instituto de Inovação Educacional para realizar um estudo sobre os hábitos de leitura para crianças e jovens portugueses. Foi professora do Ensino Preparatório e, actualmente, é docente na Escola Superior de Educação de Lisboa. É co-autora de várias colecções e livros didácticos.



Ana Maria Magalhães nasceu em Lisboa no dia 14 de Abril de 1946. Licenciada em Filosofia pela Faculdade de Letras de Lisboa. É professora de Português e História no Ensino Preparatório desde 1969. Técnica de Gabinete do FAOJ durante dois anos. Professora destacada no Serviço de Ensino Básico e Secundário de Português no estrangeiro durante dois anos. Formadora de professores de História. Professora destacada no Instituto de Educação Educacional para realizar um estudo sobre os hábitos de leitura das crianças e jovens portugueses. É co-autora de várias colecções e livros didácticos.



Gostei bastante de ler esta aventura, principalmente pelo facto de a ter lido durante as minhas férias no Egipto ;).
Estive nos mesmos locais em que esta aventura decorreu... e eu propria vivi as minhas proprias aventuras ... a tive direito a uma "maldição" do faráo Ramses II.

1 comentário:

Moura Aveirense disse...

É verdade, como foi a viagem ao belo Egipto?