Insecta Shoes

quarta-feira, fevereiro 26, 2014

A Filha do Barão - Célia Correia Loureiro

Quando D. João tece a união da sua única filha, Mariana de Albuquerque, com o seu melhor amigo - um inglês que investiga o potencial comercial do vinho do Porto -, não prevê a espiral de desenganos e provações que causará a todos. Mariana tem catorze anos e Daniel Turner vive atormentado pela sua responsabilidade para com a amante. Como se não bastasse, o exército francês está ao virar da esquina, pronto a tomar o Porto e, a partir daí, todo o país.
No seu retiro nos socalcos do Douro, Mariana recomeça uma vida de alegrias e liberdade até que um soldado francês, um jovem arrastado para um conflito que desdenha, lhe bate à porta em busca de asilo. Daniel está longe, a combater os franceses, e Gustave está logo ali, com os seus ideais de igualdade e o seu afecto inabalável, disposto a mostrar-lhe que a vida é bem mais do que um leque de obrigações.


A minha opinião:
Gosto muito dos livros da escritora Célia Correia Loureiro, este não é o primeiro livro que leio dela e de certeza que não será o último.

A Mariana é uma personagem extraordinária, com uma força infinita e com um carater inquebrável. Gosto muito da sua personalidade. A personagem do Daniel também é muito forte e com um caracter irrepreensível. No início a sua moral não o permitiu desposar uma criança (Mariana ainda não era mulher) e naquela altura o facto de um homem ter uma amante não era descabido. Mas de facto o Daniel gostava das duas mulheres, tem um sentimento de proteção para as duas e não conseguia imaginar que uma das duas mulheres pudesse estar a sofrer, no caso de a Isabel estar a ser abusada nas mãos do tia e no caso de a Mariana estar abandonada e a ser importunada pela D. Sofia.

Adoro as descrições que a escritora faz dos locais, Lisboa, Porto e Norte do Douro. Faz-nos sentir que estamos nos locais a sentir as mesmas emoções retratadas por ela, os cheiros, as cores e visualizamos as pessoas e as profissões aqui descritas.

Gosto do relacionamento entre a Mariana Albuquerque e o Daniel Turner. O facto de ambos terem os seus feitios, mas no final apaixonam-se e não conseguem viver longe um do outro. Apesar de se viver muitas tragédias e existirem muitos segredos ocultos do passado é isso que torna a história real e que nos suscita curiosidade para queremos ler mais e saber o que vai acontecer às personagens.

Já tinha referido no Goodreads à escritora que não tinha gostado da personagem Maria (a dama de companhia da Mariana), pelo facto de esta ser demasiado pudica, conflituosa e deturpa os acontecimentos. Eu sei que a história se passa nos anos entre 1805 e 1808 e os costumes e boas maneiras eram diferentes da atualidade.

Não é que nos custe a acreditar que uma mulher tinha que se submeter às “ordens” do marido, mas como a Mariana era um espirito mais livre, logo eram mal visto todos os seus comportamentos. Mas o facto de a acusarem de descuidar da saúde da filha e de ter “tentado” matar a mãe custou muita a aceitar, isso também porque me custa a aceitar injustiças e na minha opinião, o que a Maria estava a provocar era uma autêntica injustiça contra a Mariana e até acho que esta a mentir em alguns factos.

Mas só para finalizar como já referi à escritora o livro deixou-me um sentimento de que a história ficou por acabar de contar, ou seja, existe uma parte da história que gostava que fosse contada e é sobre o que aconteceu à Amélia. A ficou um mistério que gostava de ver contado num próximo livro (será que podemos contar com isso?).

terça-feira, fevereiro 18, 2014

O Golpe - Janet Evanovich, Lee Goldberg

Ela é uma detetive implacável. Ele é um vigarista procurado. Juntos são a arma secreta do FBI para investigar o golpe perfeito. Kate O’Hare é uma das melhores agentes do FBI. Nick Fox é um vigarista genial, presente na lista dos Dez Mais Procurados do FBI. Ela raramente falhou um caso — a exceção é Nick, que sempre escapou à sua vigilância enquanto aplicava inacreditáveis golpes de alto risco a milionários. Eles sentem-se atraídos um pelo outro: ela é teimosa e exigente, ele é charmoso e imaginativo.
Juntos, e com uma equipa de vigaristas amadores reunida por Nick, vão montar um golpe genial para capturar um investidor corrupto que fugiu com 500 milhões de dólares e que se esconde numa das 17 mil ilhas da Indonésia. Entre uma forte atração mútua, problemas de liderança e choques de personalidade, será que esta dupla improvável irá ser bem-sucedida?

O Jogo - Anders De La Motte

Henrik Pettersson, «HP», encontra acidentalmente um telemóvel que o convida a entrar num jogo de realidade alternativa. Passado o teste de admissão, começa a receber uma grande variedade de missões emocionantes, todas elas filmadas e avaliadas secretamente. HP deixa-se imediatamente conquistar por este jogo, mas não tarda a perceber que ele não é tão inocente como a princípio parecia. A inspetora da polícia Rebecca Normén é o oposto de HP. É uma mulher com perfeito controlo da sua vida e uma carreira ambiciosa em ascensão. Tudo seria perfeito não fosse o bilhete escrito à mão que ela encontra no seu cacifo. Seja quem for que o escreveu, sabe demais acerca do seu passado.
Os mundos de HP e Rebecca aproximam-se inevitavelmente um do outro. Mas se a realidade é apenas um jogo, então o que é real?

segunda-feira, fevereiro 10, 2014

Os Homens são como Chocolate - Tina Grube

Linda é uma dinâmica criativa, que trabalha numa agência de publicidade. É bela, jovem, desenvolta, bem-humorada e a sua vida decorre agitada, entre as exigências da vida profissional e os riscos do lazer, a cumplicidade com as amigas e as difíceis relações com parceiros do sexo oposto. Quando os seus superiores hierárquicos a integram numa equipa destinada a desenvolver uma estratégia infalível para não perder um importante cliente, em Frankfurt, o lado romântico de Linda é despertado para a procura do homem ideal. Claro que este encontro não acontece logo e ela passa na realidade por uma série de aventuras romanescas e divertidas. Tina Grube possui em abundância uma rara capacidade de ver as coisas pelo lado da ironia e revela-se capaz de traçar um brilhante retrato da vida de jovens mulheres talentosas, cheias de sonhos e ambições, simultaneamente senhoras de si e vulneráveis, enquanto sob o tom de comédia romântica vai dissecando os aspectos problemáticos das relações amorosas.

O Evangelho do Enforcado - David Soares

Nuno Gonçalves, nascido com um dom quase sobrenatural para a pintura, desvia-se dos ensinamentos do mestre flamengo Jan Van Eyck quando perigosas obsessões tomam conta de si. Ao mesmo tempo, na sequência de uma cruzada falhada contra a cidade de Tânger, o Infante D. Henrique deixa para trás o seu irmão D. Fernando, um acto polémico que dividirá a nobreza e inspirará o regente D. Pedro a conceber uma obra única. E que melhor artista para a pintar que Nuno Gonçalves, estrela emergente no círculo artístico da corte? Mas o pintor louco tem outras intenções, e o quadro que sairá das suas mãos manchadas de sangue irá mudar o futuro de Portugal. Entretecendo História e fantasia, O Evangelho do Enforcado é um romance fantástico sobre a mais enigmática obra de arte portuguesa: os Painéis de São Vicente. É, também, um retrato pungente da cobiça pelo poder e da vida em Lisboa no final da Idade Média. Pleno de descrições vívidas como pinturas, torna-se numa viagem poderosa ao luminoso mundo da arte e aos tenebrosos abismos da alienação, servida por uma riquíssima galeria de personagens.

quinta-feira, fevereiro 06, 2014

O Amor é uma Árvore de Folha Caduca - Vítor Marques

“Eu não conseguiria personificar melhor o amor que através desta árvore, que se despe a cada Outono, para se revestir de vaidade a cada Primavera que chega. O meu amor também era assim. A cada despedida tua o meu coração ficava despido. A cada teu regresso ele se envaidecia e preenchia de tonalidades fortes de deslumbramento. Mesmo sabendo que esse ciclo repetido e incontornável continuará a debater-se sobre mim, omnipresente sombra do meu destino.”

A lista dos meus desejos - Grégoire Delacourt

Uma história tocante sobre a felicidade das coisas simples da vida.

O meu nome é Jocelyne. Quando era jovem, sonhava trabalhar no mundo da moda em Paris e conhecer um Príncipe Encantado. Mas a vida foi passando e, afinal, tenho uma retrosaria, o meu marido pouco ou nada me liga e os meus filhos já deixaram o ninho. Mas a sorte mudou e, agora, posso ter tudo o que sempre desejei. No fim de contas, agora posso ter tudo o que sempre desejei. Mas começo a duvidar se o dinheiro me trará realmente a felicidade e se não terei mais a perder do que a ganhar…

Uma história luminosa, comovente e divertida sobre o amor e o acaso, que já inspirou mais de meio milhão de leitores em todo o mundo a procurar a verdadeira felicidade.

quarta-feira, fevereiro 05, 2014

E o mestre disse MATA - Carlos J Fernandes

Laura é promovida e decide surpreender o marido, antecipando o seu regresso do estrangeiro.
Chega a Lisboa, ouviu barulho no quarto e pensou que eram ruídos da televisão.
Entrou e não quis acreditar no que estava a ver, o seu marido estava na cama, a ter relações sexuais com outro homem. Ambos deviam estar no cúmulo da excitação.
Fugiu e foi dormir para um hotel. Quando olhava para o telemóvel, passou distraidamente por umas imagens. Eram as imagens do marido a ter relações. Jurou que se ia vingar e não perdeu tempo.
Quando se reuniram para discutirem a separação do património, mostrou as imagens ao marido e disse que para começar queria tudo o que estava na lista que lhe entregou, e que continha um conjunto de exigências totalmente leoninas.
Este contou ao companheiro – Gustavo - o que se tinha passado. Ele convenceu-o de que ia tratar de tudo e nunca mais se teria de preocupar com a Laura.
Só havia uma maneira de resolver o problema: matando-a ou levando as pessoas a acreditar que ela tinha enlouquecido.
Conseguirá o Gustavo desequilibrar uma mulher, ao ponto de a levar a odiar os homens e a matar por diversas vezes, convencida de que são ordens que recebe de uma “O MESTRE”? Será que o Gustavo consegue ficar impune de tudo aquilo que fez?

terça-feira, fevereiro 04, 2014

O Mistério do Quadro Desaparecido - Helen Moss

Quando uma casa vizinha é assaltada, o Scott, o Jack e a Emily decidem investigar mas, por estranho que pareça, a vítima não parece querer que os ladrões sejam apanhados. Os culpados não levaram muita coisa, mas haverá alguma ligação com um crime mais antigo que envolveu milhões de libras? Talvez uma nova hóspede misteriosa no Farol possa dar algumas respostas, mas também ela tem segredos a esconder… Junta-te ao Scott, ao Jack, à Emily e ao Drift enquanto tentam desembaraçar uma emaranhada teia de chantagem, fraude e roubo de arte a nível internacional.

O Mistério do Tesouro Escondido - Helen Moss

Durante uma tempestade terrível, enquanto jogam às escondidas, o Scott, o Jack e a Emily fazem uma descoberta espetacular: um velho mapa do tesouro! Os três amigos mal podem esperar para começar a procurar o tesouro escondido, mas primeiro têm de descodificar as pistas que levam ao seu esconderijo secreto. Entretanto, um misterioso rival também anda à procura do tesouro… alguém que não tenciona deixar que os amigos se metam no seu caminho… Junta-te ao Scott, ao Jack, à Emily e ao Drift numa empolgante corrida para decifrar as pistas, despistar o seu inimigo e encontrar primeiro o tesouro!

A Estação dos Ossos - Samantha Shannon

2059. Paige Mahoney tem dezanove anos e trabalha no submundo do crime da Londres de Scion, na zona dos Sete Quadrantes, para Jaxon Hall. O seu trabalho consiste em procurar informações invadindo a mente de outras pessoas. Paige é uma caminhante de sonhos, uma clarividente - e, no seu mundo, no mundo de Scion, comete traição pelo simples facto de respirar.
Está a chover no dia em que a sua vida muda para sempre. Atacada, drogada e raptada, Paige é levada para Oxford - uma cidade mantida em segredo há duzentos anos e controlada por uma raça poderosa, vinda de outro mundo, os Refaim. Paige é atribuída ao Guardião, um Refaíta com motivações misteriosas. Ele é o seu mestre. O seu professor. O seu inimigo natural. Mas, para Paige recuperar a sua liberdade, tem de se deixar reabilitar naquela prisão onde tem por destino morrer.