Insecta Shoes

quinta-feira, agosto 30, 2012

As coisas que nunca dissemos - Marc Levy

Julia Walsh sempre teve uma relação difícil com o pai. Quase nunca se viam, mal se falavam e, das raras vezes em que estavam em contacto, acabavam sempre a discutir. Três dias antes do seu casamento, Julia recebe um telefonema da secretária do pai. Tal como ela esperava, Anthony Walsh não vai poder comparecer ao seu casamento. Contudo, tem uma justificação inabalável: está morto. Julia não consegue deixar de ver o lado tragicómico da situação. De um momento para o outro, passa da preparação de um casamento para a preparação de um funeral. Até depois de morto, Anthony Walsh parece ter o dom de transtornar a vida da filha. Mas, a seguir ao funeral, Julia descobre que o pai tinha mais uma surpresa reservada: a maior aventura da sua vida e, finalmente, uma oportunidade de dizer tudo aquilo que sempre calou… No seu comovente e divertido novo romance, Marc Levy cria um mundo de intriga e suspense, através de uma história sobre a força do amor.
As Coisas Que Nunca Dissemos de Marc Levy


Críticas de imprensa
 
«Este romancista provocante tem a capacidade de nos cativar com as suas criações. Neste livro, coloca a precisão ao serviço do devaneio.»
Le Parisien «Uma comédia romântica fantástica e cativante. Marc Levy preparou aqui um belíssimo cocktail de emoção, suspense e humor.»
Le Matin «Uma bela fábula, cheia de humor, leveza e traços do fantástico.»
Metro
«Muito engraçado e muito comovente.»
LCI Matin

Um Amigo como Tu - Julia Hubery

O Panda e o Macaco irão fazer uma viagem muito especial ao topo das montanhas. O Macaco está tão entusiasmado com a bela surpresa que irão encontrar, que nem consegue esperar pelo Panda!

Donzela Sagrada - Diana Tavares

Hana Warren, uma rapariga do nosso mundo, festeja o seu 14º aniversário com a sua família. Depois do aparecimento da Aurora Boreal no céu, Hana é transportada para outro mundo, um mundo onde a mitologia é a realidade.
Neste mundo, Hana descobre que é a Horae Justiceira, uma guerreira dos deuses, destinada a combater as criaturas das trevas e a proteger ambos os mundos.
Juntamente com Prue Geller, a Horae Discípula, Hana inicia uma viagem pelo misterioso reino de Thunderland, procurando uma forma de cumprir o seu destino e voltar para o seu mundo.
Mas Thunderland tem um segredo sombrio que pode destruir todos os mundos… e que mudará a vida de Hana para sempre.

Autora:
Diana Tavares tem 18 anos e vive em Almada, com os pais e o irmão, desde que nasceu. Estuda neste momento na Universidade Lufosona, em Lisboa. Participou no concurso literário "Projecto Português Com Vida" da qual foi merecedora de uma menção honrosa na categoria de crónicas e curtas narrativas. "DONZELA SAGRADA" é a sua série de estreia, que contará com dois livros.

terça-feira, agosto 28, 2012

A História da Rapariga Bonita - Rachel Simon

Estamos em 1968. Lynnie, uma jovem branca com um atraso do desenvolvimento, e Homan, um afro-americano surdo, vivem encerrados e esquecidos numa instituição. Profundamente apaixonados um pelo outro, fogem e refugiam-se na quinta de Martha, uma professora reformada, agora viúva. Mas o casal não está sozinho: Lynnie acabou de dar à luz uma menina. Quando as autoridades os encontram nessa mesma noite, Homan consegue fugir, mas Lynnie é apanhada. Mas antes de ser levada à força para a instituição, consegue sussurrar a Martha estas palavras: «Esconda-a.» E é assim que tem início a viagem épica de Lynnie, Homan, Martha e Julia, o bebé, separados por obstáculos aparentemente incontornáveis mas que hão de vir a reunir-se por força de um pacto secreto e de um amor extraordinário.

Críticas de imprensa
«Arrebatador.»
Oprah Magazine

«Verdadeiramente emocionante.»
Entertainment Weekly

«De uma beleza improvável.»
The Christian Science Monitor

«Desafio-vos a lerem as primeiras vinte páginas e a não continuarem»
John Grogan, autor de "Marley e Eu"

«O melhor livro que eu já li.»
Dan Gottlieb, autor de "Cartas a Sam"

segunda-feira, agosto 20, 2012

Guerreiro Verde - Filipe Garcia

Manuel Pinto nasceu no Porto, cresceu no Luxemburgo e cedo descobriu o gosto pelas viagens. Tornou-se punk, trabalhou em fábricas e em armazéns de armamento, mas foi quando entrou na Greenpeace que a vida mudou. 
Começou por ajudar na manutenção dos barcos da organização e chegou a responsável internacional pela coordenação da frota. 
Foi agredido e preso, esteve nos protestos contra os ensaios nucleares em Muroroa, combateu os alimentos transgénicos em Lisboa e passou três anos entre índios e perigosos madeireiros na selva amazónica. Hoje, da sede em Amesterdão, acompanha à distância todos os protestos da maior organização ecologista do mundo. Uma vida em português na defesa da terra.

Não Sou um Serial Killer - Dan Wells

John Wayne Cleaver é um rapaz potencialmente perigoso - muito perigoso. E passou toda a sua vida a tentar não cumprir o seu potencial É bem-comportado, calado, tímido e reservado, mas incapaz de sentir empatia e de compreender as pessoas que o rodeiam. Prefere conviver com os mortos; o seu trabalho (e o seu passatempo favorito) é embalsamar cadáveres na casa mortuária que pertence à sua família. Além disso, partilha o nome com um famoso serial killer e tem uma obsessão quase incontrolável por psicopatas e assassinos em série. Sob estas circunstâncias, parece que o seu destino está traçado. Contudo, John Wayne Cleaver é plenamente consciente das suas invulgares características, e quer a todo o custo impedir-se a si mesmo de matar. Para tal, criou um conjunto de regras muito precisas: tenta cultivar apenas pensamentos positivos pelas pessoas que o rodeiam (até pelo bully do liceu), evita criar laços ou interessar-se por elas (tem apenas um amigo da sua idade) e, sobretudo, tenta a todo o custo manter-se afastado do fogo (que gosta de atear), dos animais (que gosta de dissecar) e de locais e vítimas de crimes. As suas regras vão ser postas à prova quando é encontrado um corpo terrivelmente mutilado - e depois um segundo, e um terceiro. Será que na sua pacata vila existe uma criatura ainda mais perigosa do que John Wayne Cleaver?


Críticas de imprensa
«Wells combina vários géneros com uma admirável mestria nesta narrativa ao mesmo tempo encantadora e assustadora, sempre cheia de humor negro.»
Kirkus Review

«Um romance de estreia emocionante.»

Publishers Weekly

quinta-feira, agosto 16, 2012

Está tudo na Cabeça - Alastair Campbell

Emily é a traumatizada vítima de uma queimadura grave, Arta é uma refugiada kosovar que recupera de uma violação, David Temple sofre de depressão há demasiado tempo, e o ministro Ralph Hall vive com pânico de que o seu alcoolismo seja descoberto. Todos estes personagens tão diferentes têm algo em comum: são todos pacientes do professor Martin Sturrock, psiquiatra, com quem cada um deles passa uma hora, todas as semanas. Mal sabem, porém, quão doente está o professor Sturrock. Durante anos e anos o dedicado médico refugiou-se no trabalho para afugentar os seus demónios pessoais. Mas os seus fantasmas perseguem-no, a sua vida desmorona-se e a única ajuda a que pode recorrer é a de um dos seus pacientes.

O notável primeiro romance de Alastair Campbell mergulha fundo nos recantos mais obscuros da mente humana, trazendo-nos um absorvente retrato da interdependência que pode estabelecer-se entre médico e doente. Simultaneamente comédia e tragédia de vidas comuns, esta é uma obra repleta de compaixão por aqueles para quem o dia-a-dia é vivido à beira do abismo.

Críticas de imprensa
«Dado o estatuto de Campbell como a grande barracuda da política e dos media ingleses, a sensibilidade da sua escrita é uma extraordinária surpresa.»
Irish Times

A minha Opinião

É realmente uma história muito emocionante e marcante.
Todos nós vivemos com os nossos anjos e os nossos demónios.
Temos é que saber tirar de cada dia da nossa vida os melhores momentos e que os nossos dias "maus", sejam em quantidade inferior. E para isso temos que lutar com nos nossos demónios e tentar viver os dias com um pouco mais de alegria... mesmo que isso por vezes nos custe muito... temos que lutar para não nos deixarmos deitar abaixo.

A Estranha Viagem do Senhor Daldry - Marc Levy

«Há duas vidas em ti, Alice. A vida que tu conheces e uma outra que te espera há muito tempo. Estas duas existências não têm nada em comum. O homem de que te falei ontem encontra-se em algum lugar dessa outra vida, e nunca estará presente na vida que levas atualmente. Terás de encontrar seis pessoas antes de chegar até ele. Partir ao encontro dele obrigar-te-á a fazer uma longa viagem. Viagem durante a qual descobrirás que nada daquilo em que acreditavas é verdadeiro.»

Londres, 1950
Alice leva uma existência tranquila entre o seu trabalho como criadora de perfumes, que a apaixona, e o seu grupo de amigos, todos eles artistas nas horas vagas. No entanto, na véspera de Natal, a sua vida vai sofrer um abanão. Durante um passeio a uma feira em Brighton, uma vidente prediz que irá viver uma aventura, em busca de um passado misterioso. Alice não acredita nela, mas também não consegue esquecer as suas palavras; subitamente as suas noites passam a ser povoadas de pesadelos, que lhe parecem tão reais como incompreensíveis.
O seu vizinho, o senhor Daldry, um gentleman excêntrico e celibatário empedernido, convence-a a levar a sério a predição da vidente e a encontrar as seis pessoas que a conduzirão ao seu destino.
De Londres a Istambul, Alice e o senhor Daldry partem na sua estranha viagem…


Críticas de imprensa
«Uma história tão original quanto romântica.» 
Cosmopolitan
«Marc Levy é um contador de histórias notável.»
Le Parisien
«Simples, comovente e profundo, este é um dos melhores livros de Marc Levy.»
Le Figaro

A minha Opinião


Para quem já é fã deste escritor à muito tempo (como eu).. neste seu ultimo romance não se dececiona. Uma história de amor simples e encantadora.
Marc Levy é um contador de histórias excecional, com uma escrita descritiva de locais, emoções e sentimentos apaixonante, que nos leva a viajar nos seus pensamentos.
Adorei viajar com a Alice e com o Senhor Daldry, até Istambul, na emocionante descoberta do passado da família de Alice e na descoberta de quem é o seu grande amor.
Conseguiram muito bem descrever o livro em três palavras simples, comovente e profundo, não o podia descrever melhor… mas para o provarem têm que ler este lindo romance e deixem-se envolver.

sexta-feira, agosto 10, 2012

Acting Friends - Sophie Mc Kenzie

Acting Friends is a prequel to the Flynn series, written specially for World Book Day 2012. We're now offering everyone the chance to read the story with a free download of the complete book!
Life at her new school is not going smoothly for River.

After accidentally making an enemy of the troubled Shaz, she hopes at least to have found friendship with classmates Emmi and Grace. However, when it comes to the boy of her dreams, can River count on any of her friends?

A great introduction some of the characters in the new Flynn series, Acting Friends sets the scene for Falling Fast.

Prestes a Explodir! - India DesJardins

Aurora já não aguenta mais! A mãe anda à procura de namorado na Internet e Aurora está preocupada: ela arrisca-se a encontrar algum maluco! Quanto à sua melhor amiga, a Kat, sofre um desgosto amoroso, revolta-se contra todos os rapazes e propõe a Aurora um pacote de celibato até ao final do Secundário! Mas o coração de Aurora balança entre a proposta da amiga e o sentimento cada vez mais forte que a une a Nicolas. Para piorar as coisas, o seu novo vizinho parece ser um intrometido... E ela tem imenso que estudar, se quiser melhorar o seu desempenho na escola... Não é de espantar que esteja prestes a explodir!

Sobre O Diário de Aurora:
Aurora é uma adolescente de 14 anos um pouco tímida, muito engraçada e muito desajeitada, que parece ter sido esquecida na Terra por alienígenas, após uma viagem intergaláctica!
Aurora carrega consigo um luto profundo o seu pai morreu quando ela tinha nove anos. O seu sentido de humor e seu carácter determinado permitiu-lhe superar esta perda. Mas quando atinge os 14 anos, todo um novo conjunto de emoções explosivas vão, inevitavelmente, complicar as coisas!
Com humor e sensibilidade, Aurora enfrenta os desafios da vida adolescente, como a amizade (e os sacrifícios que ela deve fazer para a preservar); o sucesso académico (cheio de obstáculos, especialmente quando se tem a impressão de ter recebido, por engano, um transplante dos neurónios de um esquilo); o desejo de ver a sua mãe encontrar um namorado que venha equilibrar a sua família (e se certifique que ela própria não se apaixona por ninguém!).
O Diário de Aurora é a história de uma adolescente como qualquer outra que procura o seu lugar no Universo. E, para encontrá-lo, como uma heroína de fantasia épica, ela terá de lutar contra vários monstros e demónios.


A minha Opinião
Neste segundo volume do diário de Aurora …muitas e novas aventuras nos vão ser aqui apresentadas. E a Aurora vai passar por alguns momentos menos bons, mas vai estar rodeada de bons amigos que a apoiam, como é o caso da sua mãe, da sua melhor amiga (já fizeram as pazes) e de um novo vizinho… que aparece do nada e vai dar uma grande volta à vida de Aurora.

Só tenho pena a forma como a escritora fazer transparecer a personagem da Aurora, acho que a faz parecer um bocado infantil demais.. ou seja para uma adolescente de 14 anos.. que hoje em dia já parecem saber sobre todos os aspetos da vida, a retrata como uma criança com muitas duvidas e questões um pouco disparadas… mas que nos leva a dar umas boas gargalhadas.

quinta-feira, agosto 09, 2012

Extraterreste... ou quase! - India Desjardins

Aos catorze anos, Aurora não sente afinidade com ninguém. Desde a morte do pai, a mãe tem andado um verdadeiro zombie... até renascer subitamente! Será que tem alguma coisa que ver com Denis Beaulieu, o diretor da escola? (Bah!) Quanto à sua melhor amiga, a Kat, o amor derreteu-lhe completamente o cérebro. Nem pensar em deixar-se apanhar! Mas ninguém está livre de se apaixonar à primeira vista... No meio deste turbilhão, Aurora só deseja uma coisa: encontrar o seu lugar no Universo!

Sobre O Diário de Aurora:
Aurora é uma adolescente de 14 anos um pouco tímida, muito engraçada e muito desajeitada, que parece ter sido esquecida na Terra por alienígenas, após uma viagem intergaláctica!
Aurora carrega consigo um luto profundo o seu pai morreu quando ela tinha nove anos. O seu sentido de humor e seu carácter determinado permitiu-lhe superar esta perda. Mas quando atinge os 14 anos, todo um novo conjunto de emoções explosivas vão, inevitavelmente, complicar as coisas!
Com humor e sensibilidade, Aurora enfrenta os desafios da vida adolescente, como a amizade (e os sacrifícios que ela deve fazer para a preservar); o sucesso académico (cheio de obstáculos, especialmente quando se tem a impressão de ter recebido, por engano, um transplante dos neurónios de um esquilo); o desejo de ver a sua mãe encontrar um namorado que venha equilibrar a sua família (e se certifique que ela própria não se apaixona por ninguém!).
O Diário de Aurora é a história de uma adolescente como qualquer outra que procura o seu lugar no Universo. E, para encontrá-lo, como uma heroína de fantasia épica, ela terá de lutar contra vários monstros e demónios.


A minha Opinião
Uma nova coleção que fez furor no Canadá junto dos leitores pre-adolescentes, cujo primeiro volume gira em torno das peripécias de Aurora, uma miúda que, com catorze anos, não sente afinidade com ninguém. Aurora sente-se bastante alienada desde a morte do pai, com a discussão com a sua melhor amiga e não sabe bem como lidar com os novos sentimentos da mãe …e como se ainda não fossem problemas demais.. Aurora começa a ter sentimentos por um rapaz.. e não sabe como há de lidar com esses novos sentimentos

Noites de Jasmim - Julia Gregson

1942. Numa Europa devastada pela guerra, a jovem Saba tem uma vida protegida. Demasiado protegida. Ela anseia por liberdade e é suficientemente obstinada para desafiar as convenções e a própria família e perseguir o seu sonho: cantar. Ao atuar num hospital militar britânico, a jovem conhece Dom, um piloto em convalescença. A atração é imediata mas ambos sabem estar perante um amor condenado. Dom debate-se com o trauma das suas cicatrizes de guerra e está decidido a voltar rapidamente ao combate.
Atormentada pelos perigos que o homem que ama está disposto a correr, Saba renuncia aos seus sentimentos e decide partir numa jornada que a levará ao glamour do Cairo e ao calor e opulência de Istambul. Um mundo tumultuoso e decadente de soldados, espiões e agentes duplos. Um mundo onde não há lugar para a inocência e todos buscam mais do que aparentam. Alguns querem apenas desfrutar da sua belíssima voz. Outros, sentir o seu amor. Mas há também quem queira os segredos que só ela, graças ao círculo social em que se move, pode descobrir.
No turbilhão em que se tornou a sua vida, há algo que se mantém inalterado: as suas memórias dos momentos que passou com Dom. Desde então, o mundo mudou irremediavelmente, mas os seus caminhos voltarão a cruzar-se um dia… e da forma mais inesperada.


A minha Opinião
Foi o primeiro romance que li desta escritora. É uma história bonita, de encontro e desencontros entre dois jovens durante a 2ª Guerra Mundial.

Fala-nos sobre como as mulheres começaram a ajudar em tarefas que até aquela altura eram desempenhadas por homens e como o facto de ganharem um certa liberdade das suas tarefas domesticas, lhes confere mais liberdade de ideias e mentalidades.

E com isso a nossa personagem feminina que foi incentivada pelos pais para ter aulas de canto, quando se vê com a possibilidade de viajar pelo mundo para fazer aquilo que mais gosta, luta pela sua liberdade e contraria os pedidos dos pais (que consideram que uma mulher que canta para o público, não é uma mulher honrada, mas sim uma mulher oferecida).

E por outro lado temos a nossa personagem masculina, que não consegue parar de fazer aquilo que mais gosta, que é voar, mesmo após um grave acidente, que quase o matou.

Estava à espera de um pouco de mais de ação, mas penso que o propósito deste enredo.. é dizer-nos que nunca devemos de deixar de sonhar e que devemos de fazer de tudo para concretizar as nossas ambições, mesmo que sejam  loucuras… Devemos seguir o que o nosso coração e os nossos instintos.

Trocada - Amanda Hocking

Aos seis anos Wendy escapa à morte quase por milagre - e quem a tenta matar é a própria mãe, acha que a filha não é sua, mas sim uma intrusa, trocada à nascença no hospital. Onze anos mais tarde, a estranha adolescente, de cabelos negros, começa a suspeitar de que a mãe, se calhar, até tinha razão. Na nova escola, mais uma entre tantas, ela sente-se posta à parte por todos. Menos por Finn Holmes, um rapaz silencioso e sombrio que se limita a olhá-la fixamente - e lhe desperta sentimentos contraditórios, um medo enorme, e uma irresistível atração. Finn é um Achador, que a procura há anos. E agora que a encontrou, quer levá-la para casa, para o reino dos Trylle, onde Wendy vai descobrir o que sempre suspeitou - ela é mesmo diferente, e tem poderes mentais muito mais poderosos do que alguma vez imaginara.

Trocada, primeiro romance da saga Trylle, é um dos maiores fenómenos da literatura mundial. Amanda Hocking apresentou o projecto a 50 editoras até que, para pagar uma viagem a Chicago para ver uma exposição sobre os Marretas, decidiu publicar algumas das muitas histórias que tinha escrito em formato digital (e-book) e comercializá-los em sites como a Amazon. Pensou que ganharia 300 dólares, mas seis meses depois tinha vendido 150 mil exemplares. Nos dois anos seguintes vendeu dois milhões de exemplares e juntou 2,5 milhões de dólares, provocando uma revolução no mercado editorial mundial.
Com o sucesso online começou a loucura: vários dos maiores editores americanos fizeram ofertas milionárias (tem uma caixa de sapatos cheia). Acabou por assinar um contrato de sonho, ao vender a sua trilogia por dois milhões de dólares – e pouco tempo depois uma produtora cinematográfica adquiriu os direitos para cinema. É considerada a maior revelação literária desde a saga Twilight.
“Os seus livros provocaram um frenesim que já não se sentia desde Stephenie Meyer ou até mesmo J.K. Rowling.”
The New York Times

A minha Opinião
Neste novo romance Trocada, é nos apresentada uma nova “raça”, os trolls (Trylle), que se com base em outros livros ou filmes pensávamos que eram monstros gigantes com pele esverdeada… neste livros vimos verificar como estamos redondamente enganados.

Os trolls da escritora Amanda Hocking, são criaturas normais, que até possuem alguns poderes, e foram substituir crianças humanas, para poderem vir a beneficiar das heranças das famílias de acolhimento.



Este primeiro volume da saga Trylle tem todos os ingredientes para um bom romance sobrenatural: romance, mistério, intriga, perigo e charme.

Ao acabarmos de lermos o primeiro volume ficamos logo a ansiar pelo próximo livro, pois ficamos com a sensação de que este livro foi só o primeiro capitulo, onde nos foi feita a apresentação das personagens… a historia ainda tem muito para desenvolver..e toda a ação vai começar no segundo volume-

quarta-feira, agosto 01, 2012

Anjos nos Meus Cabelos - Lorna Byrne

Desde que se lembra, Lorna Byrne sempre viu anjos. Em criança, pensava que todos viam os seres de outro mundo que sempre a acompanhavam. Porém, aos olhos dos adultos, o seu estranho comportamento era interpretado como um sintoma de deficiência mental. Actualmente, pessoas do mundo inteiro, doentes e com problemas, procuram-na para serem curadas e consoladas, e é consultada por teólogos de diferentes fés. Lorna possui a capacidade de comunicar com anjos e espíritos e, ao partilhar o seu conhecimento profundo do mundo espiritual, transmite uma mensagem de esperança e de amor a todos nós.

Anjos nos Meus Cabelos é uma crónica absorvente da incrível história de vida de Lorna. Com um sentido descritivo admirável, invoca a infância pobre que viveu na Irlanda, a procura de emprego em Dublin, o casamento com o homem dos seus sonhos - e o trágico final deste casamento. O livro é um bestseller na Irlanda e transmite aos leitores uma visão singular sobre a ajuda angelical que está constantemente disponível à nossa volta. Como Lorna diz: «Só é preciso pedir».

Nesta autobiografia reconfortante, uma mística irlandesa moderna partilha os seus encontros e conversas com os anjos e espíritos que conheceu a vida toda.