Insecta Shoes

sexta-feira, julho 29, 2011

Falsas Impressões - Jeffrey Archer

Comecei a ler o livro no dia 25 de Julho 2011 e acabei no dia 27 de Julho de 2011



Um excelente livro de mistério, conspirações e muita ação.
Falsa Impressão relata uma viagem internacional por vários países e continentes, incluindo Londres, Nova Iorque, Bucareste e Tóquio.
O livro começa no 11 de Setembro de 2001, em Nova Iorque, aquando dos ataques terroristas às Torres gémeas do World Trade Center, da qual a protagonista, Anna Petrescu, escapa após ser demitida pelo banqueiro Bryce Fenston.
Desse ponto em diante, o livro conta a história de Anna tentando ajudar Arabella Wentworth, uma senhora britânica, para recuperar a fortuna de sua família. Para isso Anna têm que tentar vender um auto retrato de Vincent Van Gogh.
Ela é perseguida por Krantz, uma mercenária em serviço para Fenston, que tenta recuperar o quadro de Vincent Van Gogh e também matar Anna.

Jack Delaney, é um agente do FBI, que anda a investigar as ações criminosas de Fenston. Para isso Jack anda a seguir tanto Anna como a Krantz, tentando descobrir se Anna ainda está a trabalhar para Fenston, e qual é papel de Krantz neste mistério de grandes obras Impressionistas que andam a ser retiradas aos seus devidos proprietários, que misteriosamente parecem degolados com uma faca de cozinha.



Jeffrey Howard Archer, Barão Archer de Weston-super-Mare (15 de Abril 1940), é um político e escritor de grande sucesso da Inglaterra.

Foi membro do Parlamento Britânico e deputado pelo Partido Conservador, recebeu um título não-transmissível em 1992. Sua carreira política, depois de ser alvo de muita controvérsia, terminou finalmente após a condenação por perjúrio e a sua consequente detenção.

É casado com Mary Archer, uma cientista especializada em energia solar.

segunda-feira, julho 25, 2011

A Arvore dos Segredos - Sarah Addison Allen

Comecei a ler este livro no dia 23/07/2011 e acabei no dia 24/07/2011.


Sarah Addison Allen dá-nos as boas-vindas a uma nova povoação: Walls of Water, na Carolina do Norte, onde os segredos são mais espessos do que o nevoeiro das famosas quedas-d’água da cidade, e as superstições são, de facto, reais.
Willa Jackson vem de uma antiga família que ficou arruinada gerações antes. A mansão Blue Ridge Madam, construída pelo bisavô de Willa durante a época área de Walls of Water, e outrora a mais grandiosa casa da cidade, foi durante anos um monumento solitário à infelicidade e ao escândalo. E a própria Willa há muito se esforçou para construir uma vida para lá da sombra da família Jackson. Não é tarefa fácil numa cidade moldada por anos de tradição e com fronteiras bem demarcadas entre ricos e pobres.



Mas Willa soube há pouco que uma antiga colega de escola – a elegante Paxton Osgood - da abastada família Osgood, restaurou a Blue Ridge Madam e a devolveu à sua antiga glória, tencionando transformá-la numa elegante pousada. Talvez, por fim, o passado possa ser deixado para trás enquanto algo novo e maravilhoso se ergue das suas cinzas. Mas o que se ergue, afinal, é mais um segredo que gira à volta de algo encontrado sob o solitário pessegueiro da propriedade.
Setenta e cinco anos antes, o carismático vendedor ambulante Tucker Devlin, exerceu os seus encantos sombrios em Walls of Water, e deixou a sua marca. Quem terá ele sido realmente? E por que motivo estão de repente a acontecer coisas estranhas em toda a cidade?
Agora, unidas numa improvável amizade e por um enorme mistério, Willa e Paxton tem de confrontar as paixões perigosas e as trágicas traições que outrora uniram as suas famílias e descobrir a verdade acerca dos antepassados que transcenderam o tempo e desafiaram a sepultura para tocar os corações e as almas dos vivos.
A Árvore dos Segredos é uma história sobre o poder profundo e duradouro da amizade, do amor e da tradição, e um retrato dos laços inquebráveis que – nos bons e nos maus momentos, de uma geração para a seguinte – duram para sempre.



Sarah Addison Allen é a autora dos êxitos de venda O Jardim Encantado, O Quarto Mágico e O Feitiço da Lua. Nasceu e cresceu em Asheville, na Carolina do Norte. O Jardim Encantado, a sua obra de estreia, foi distinguido com o prémio SIBA Novel Of the Year, da Associação de Livreiros Independentes do Sul, para melhor romance de 2008, e em Portugal já tem mais de dez mil exemplares vendidos. O Quarto Mágico foi eleito, em maio de 2009, Romance Feminino do Ano, referente a 2008, pela revista Romantic Times.

A Biblioteca das Sombras - Mikkel Birkegaard

Comecei a ler este livro no dia 18/07/2011 e acabei no dia 22/07/2011.

No coração de Copenhaga, a livraria Libri di Luca é mais do que uma simples loja de livros velhos e usados. Quando o proprietário Luca Campelli morre de forma inesperada, o seu filho Jon, um proeminente advogado, ver-se-á envolvido num mistério inquietante.
Jon não planeia trocar a sua carreira pela livraria, mas, após uma tentativa de fogo posto à Libri di Luca, descobre que o pai era o líder de uma sociedade secreta de leitores e amantes de livros, os Lectores, criada para preservar uma tradição oculta que remontava à época do esplendor da Biblioteca de Alexandria. Os Lectores eram pessoas dotadas de um misterioso poder, tão fantástico quanto perigoso, que lhes permitia seduzir o leitor com histórias extraordinárias, evocar mundos imaginados, mas também manipulá-lo e levá-lo a pensar exatamente aquilo que queriam.



Quanto mais Jon descobre, mais fica com a certeza de que a morte do pai nada teve de natural. Haverá uma conspiração no seio dos Lectores? Após inúmeras questões que escapam à sua compreensão, o jovem advogado ver-se-á obrigado a investigar as suas raízes para salvar a própria vida.
Uma leitura fascinante e perigosa, repleta de reviravoltas e suspense, que conduzirá o leitor a fronteiras inimagináveis.

Com a publicação de A Biblioteca das Sombras na sua Dinamarca natal, o jovem programador informático Mikkel Birkegaard viu-se catapultado para um sucesso inesperado: em apenas dez dias, o seu romance de estreia alcançou a lista de livros mais vendidos, tornando-se num bestseller e cativando o interesse mundial. Com traduções vendidas para mais de vinte países, os direitos cinematográficos estão já cedidos à mais importante companhia cinematográfica escandinava, havendo igualmente conversações com produtoras de Hollywood.

segunda-feira, julho 18, 2011

3º Grau - James Patterson

Comecei a ler este livro no dia 16 de Julho de 2011 e acabei no dia 17 de Julho de 2011

Uma das mais amadas heroínas de James Patterson encontra-se prestes a morrer.
A detective Lindsay Boxer está a fazer jogging numa bela rua São Francisco quando uma explosão violenta ecoa na zona. A casa de um magnata da internet irrompe em chamas, e quando Lindsay lá entra à procura de sobreviventes, descobre três pessoas mortas. Uma criança que morava na casa desapareceu - e uma mensagem misteriosa encontrada no local deixa Lindsay e o Departamento de Homicídios da Polícia de São Francisco completamente perplexo.



Em seguida, um proeminente empresário é encontrado morto em circunstâncias bizarras, com outra misteriosa mensagem deixada pelo assassino. Lindsay pede às amigas que a ajudem a descobrir quem anda a cometer aqueles crimes e porque tenciona matar alguém a cada três dias.
Ainda mais aterrorizante, o assassino tem na mira uma das quatro amigas do Clube das Investigadoras. Qual deles será? Enquanto a investigação se desenrola, Lindsay trabalha em estreita colaboração com um agente federal encarregado do caso. Ao mesmo tempo, descobre que um membro do clube está a esconder um segredo tão perigoso e inacreditável que pode destruí-las a todas.



James Patterson é indiscutivelmente um dos grandes nomes do thriller, sendo mesmo o mais popular neste género em todo o mundo, com mais de 150 milhões de exemplares vendidos, traduzidos em 49 línguas.
Patterson publicou a sua primeira obra em 1976 e é autor de um impressionante número de bestsellers. Entre outros prémios, foi distinguido com o Edgar Award, a distinção mais importante do mundo atribuída a este género de romance.
A série O Clube das Investigadoras, anuncia-se como uma das mais vendidas na última década nos Estados Unidos. Foi adaptada à televisão pela ABC, em 2007. Em Portugal, os episódios da série são exibidos pelo canal por cabo Fox Life.
Patterson vive na Florida com a família.

A minha opinião
Um livro viciante, como um enredo muito interessante. O livro têm uma ótima estrutura, com capítulos pequenos, que nos cativa e nos prende a quer continuar a ler e saber o que vai acontecer no capitulo seguinte. Este foi o primeiro livro que li deste escritor e adorei, vou agora estar sempre atenta a novos livros escritos por este escritor.
É um excelente thriller, com bastante ação, com segredos guardados do passado e bastante suspense. Lindsay Boxer, detective, é determinada e corajosa. Cindy Thomas, jornalista, é uma jovem brilhante e espevitada. Claire Washburn é médica-legista, competente e intuitiva, e Jill Bernhardt é uma advogada ambiciosa e viva. As quatro formam o Clube das Investigadoras e mostram-se determinadas a encontrar criminosos a todo o custo. Este deve ter sido o livro que li o mais rápido possível.

Fome - Michael Grant

Comecei a ler este livro no dia 11 de Julho 2011 e acabei no dia 15 de Julho de 2011
Todos têm fome, mas ninguém se dispõe a encontrar uma solução. E a cada dia que passa são mais os jovens que sofrem mutações e adquirem capacidades sobrenaturais, que os distinguem dos que não têm esse género de poderes. A tensão cresce e o caos reina na cidade. São os «normais» contra os mutantes. Cada um, luta por si, e até os melhores são capazes de matar. Mas avista-se um problema ainda maior. A Sombra, uma criatura sinistra que vive soterrada no coração das montanhas, começa a chamar alguns dos adolescentes da ZRJ. A chamá-los, a guiá-los, a manipulá-los. A Sombra despertou. E tem fome. Nem todo o ouro do mundo seria pagamento suficiente para o que Lana tencionava fazer. O ouro não alterava em nada o terror frio que lhe enchia o coração. E se falhasse não precisaria do ouro para nada. Não podia subornar a Sombra. Mas talvez… talvez a pudesse matar.



Michael Grant is the co-creator and co-author of the Animorphs and the Everworld book series, and also the creator and author of Gone and The Magnificent 12 series. Michael was raised in a military family, attending ten schools in five states, as well as three schools in France. As an adult, he became a writer in part because "it was one of the few jobs that wouldn't tie him down to a specific location."
In early 2009 Grant released the sequel to Gone called Hunger . The third novel for this series, Lies, was released in the United States in May 2010. There will be three more books after, the fouth one "Plague" which was released on April 5, 2011, and then "Fear" which will be released in 2012 and "Light" some time after.

A Minha Opinião
Após o desaparecimento de todos os adultos, no primeiro volume (Desaparecidos), neste segundo volume vamos encontrar os habitantes de Perdido Beach, numa situação muito precária… a comida está quase acabar… e os novos habitantes não sabem o que fazer para encontrar formas de subsistirem. Este novo livro, está repleto de humanos com poderes sobrenaturais e cada vez mais entramos animais a sofrerem de mutações, e vamos assistir a uma luta entre os normais e os “anormais”.
Podemos continuar a assistir à luta entre os dois gémeos Sam e Caine, na luta pelo poder de governar a nova Zona Radioativa Juvenil. Um bom livro para ler durante as ferias.

segunda-feira, julho 11, 2011

O Vizinho - Lisa Gardner

Comecei a ler no dia 06/07/2011 e terminei no dia 08/07/2011.

O lar perfeito. A família perfeita. Um segredo mortal...



De uma mestra do suspense chega-nos esta história de arrepiar, que explora os perigos que estão sempre à espreita, bem mais perto do que imagina. Pois até numa família perfeita, nunca sabemos o que se passa dentro um lar, quando as portas se fecham...
Eis o que aconteceu...
Era um caso que iria sem dúvida gerar um frenesim mediático - uma jovem mãe, loura e bonita, desaparece sem deixar rasto da sua casa no sul de Boston, deixando para trás a sua filha de quatro anos como única testemunha, e um marido tão atraente quanto reservado como principal suspeito.
Nas últimas seis horas...
Mas a partir do momento em que o Sargento-Detective D. D. Warren chega ao pequeno chalé dos Jones, ela tem a sensação de que algo está errado com a imagem de aparentemente normalidade que o casal tanto se esforçou para manter. À primeira vista, Jason e Sandra Jones eram como qualquer outro casal trabalhador e com urna filha de quatro anos para criar. Mas abaixo da superfície calma, espreitavam as trevas... do mundo como o conheci. . .
Com o relógio a avançar e a vida de uma jovem desaparecida em risco e a tempestade mediática a aumentar, Jason Jones parece mais interessado em destruir provas e isolar a filha do que em procurar a sua "amada›› esposa. Estará o marido perfeito a tentar esconder a culpa - ou apenas a tentar esconder? E será a única testemunha do crime a próxima vítima do assassino?



Lisa Gardner é a autora best-seller n.º 1 do New York Times, que tem várias obras publicadas, todas reconhecidas como obras de mestria no seu género.
Vive com a sua família em Nova Inglaterra, onde se dedica a escrever o seu próximo livro.

Críticas:
«Repleto de reviravoltas inventivas, este livro altamente cativante deixa-nos com uma solução chocante e uma sensação de justiça cumprida.» Publishers Weekly
«Esta é certamente a obra mais complexa de Gardner, e para os seus fãs será sem dúvida um prazer lê-la.» Booklist
«Nunca mais irá olhar para uma porta destrancada, uma janela aberta ou uma ligação à internet da mesma maneira. É perfeito para o Verão, um livro que se lê sem parar, como nenhum outro.» Jon Land, The Providence Journal

A minha Opinião
Este foi o segundo livro que li desta escritora, o primeiro tinha sido A Hora da Morte e também tinha adorado.
E estava mesmo a precisar de ler um livro deste género, um policial mesmo agradável, que prende o leitor logo nas primeiras folhas. As personagens têm um bom historial, o enredo da história está muito bem conseguido.
Somos levados a pensar que realmente os suspeitos são mesmo culpados, que tiveram motivos e oportunidades e que fazem mesmo tudo para parecer criminosos.
Mas depois a história vai-se desenrolando mais coisas do passado são trazidas ao de cima e novos suspeitos aparecem e depois de algumas reviravoltas os suspeitos são na realidade inocentes e os inocentes são a final os verdadeiros criminosos.
Para que já possa estar um bocado farto de romances e das sagas de vampiros, aqui encontra uma excelente opção para fugir à rotina e nos envolve de tal forma que só conseguimos respirar na última página.
Um livro muito recomendado para ler numa esplanada debaixo de uma sombra, ou mesmo para quem goste de ficar estendido na areia, debaixo de um chapéu-de-sol.

quarta-feira, julho 06, 2011

Corações sem Dono - Lucy Dillon

Comecei a ler este livro no dia 30/06/2011 e acabei no dia 05/07/2011. Histórias de solidão, amor e recomeços ou como cachorros abandonados podem salvar corações solitários.


A londrina Rachel de trinta e nove anos descobre que tudo na vida pode dar uma volta enorme quando e como menos se espera. Tudo começa num momento conturbado: na mesma semana Rachel perde o namorado, o emprego, descobre o primeiro cabelo branco e é acusada pela irmã de ser egoísta por se ter esquecido do aniversário do sobrinho. Como se não bastasse de repente tem de se mudar de Londres para uma pequena cidade de província, no fim do mundo, onde uma tia lhe deixou em herança um canil a abarrotar de cães, uma casa enorme e uma montanha de dívidas. Mas nem tudo é o que parece e nem só de problemas se fará este novo percurso de Rachel; graças aos amigos de quatro patas, muitos corações solitários vão descobrir valiosas lições sobre lealdade, companheirismo e amor incondicional.



Lucy Dillon (1974) é uma escritora de origem escocesa que atualmente reside em Londres. O seu sonho de criança era ser bailarina, facto ao qual não será alheio o tema do seu primeiro romance: The Ballroom Class (2008). Sempre na onda do romance sentimental, em 2009 publica Corações sem dono, com o qual confirma o próprio publico, predominantemente feminino e consegue o reconhecimento de Romantic Novel of The Year.

video
video

sexta-feira, julho 01, 2011