Insecta Shoes

segunda-feira, janeiro 25, 2010

Nómada - Stephenie Meyer

Comecei a ler este livro no dia 13 de Janeiro de 2010 e acabei no dia 24 de Janeiro.



Melanie Stryder recusa-se a desaparecer.
O nosso Mundo foi invadido por um inimigo invisível. Os Humanos estão a ser transformados em hospedeiros destes invasores, com as suas mentes expurgadas, enquanto o corpo permanece igual e a vida prossegue sem qualquer mudança aparente. A maior parte da Humanidade não consegue resistir.
Quando Melanie, um dos poucos Humanos «indomáveis», é capturada, ela tem a certeza de que chegou o fim. Nómada, a Alma invasora a quem o corpo de Melanie é entregue, foi avisada sobre o desafio de viver no interior de um humano: emoções avassaladoras, excesso de sentidos, recordações demasiado presentes. Mas existe uma dificuldade com que Nómada não conta: o anterior dono do corpo combate a posse da sua mente.
Nómada esquadrinha os pensamentos de Melanie, na esperança de descobrir o paradeiro da resistência humana. Melanie inunda-lhe a mente com visões do homem por quem está apaixonada - Jared, um sobrevivente humano que vive na clandestinidade. Incapaz de se libertar dos desejos do seu corpo, Nómada começa a sentir-se atraída pelo homem que tem por missão delatar. No momento em que um inimigo comum transforma Nómada e Melanie em aliadas involuntárias, as duas lançam-se numa busca perigosa e desconhecida do homem que amam.

Stephenie Meyer (nascida com o sobrenome Morgan, em 24 de dezembro de 1973) é uma autora estadunidense, conhecida pelos Best-sellers da série Twilight (Crepúsculo), que gira em torno da relação entre a jovem Bella Swan e um vampiro Edward Cullen.

Os livros da série Crepúsculo já venderam mais de 85 milhões de cópias em todo o mundo, com traduções em 37 línguas diferentes, para 50 países. A adaptação cinematográfica de Crepúsculo foi lançado nos Estados Unidos em 21 de novembro de 2008, no Brasil seu lançamento foi em 19 de dezembro. Stephenie Meyer também é autora do romance de ficção científica, The Host (também um The New York Times Best-seller, já com edição em Português).



Stephenie Sonnibe Meyer nasceu em Hartford, Connecticut, filha de Stephen Morgan e Candy. Ela cresceu em Phoenix, Arizona, com cinco irmãos: Seth, Emily, Jacob, Paul, e Heidi. Ela frequentou a escola Chaparral High School, em Scottsdale, Arizona, e cursou literatura inglesa na Universidade Brigham Young, em Provo, Utah, onde se formou em 1995. Meyer é membro de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Ela conheceu seu marido Christian, mais conhecido por "Pancho", quando era pequena, casou-se com ele em 1994. Juntos, eles têm três filhos: Gabe, Seth e Eli. Após escrever Crepúsculo(Twilight), Stephenie ganhou 3 prêmios: um do NY Times e dois da Associação das Bibliotecas Americanas.

Crepúsculo (Twilight nos EUA), é o seu primeiro romance. Depois da sua publicação, Stephenie foi escolhida como um dos "novos autores mais promissores de 2005" pela Publishers Weekly..[1] E ela também recebeu convites para vir ao Brasil dar palestras sobre livros de romances para escritores brasileiros novatos..


Descobri agora (ao fazer este post) que este livro têm continuação!!! Que bom!!!!
Mais 2 livros que vou ter que aguardar para ler.

A saga A Hospedeira/Nómada

1º The Host
2º The Soul
3º The Seeker

E também tenho a impressão que vão passar este livro para a grande sala de cinema... fico ansiosamente a aguardar!!!!

terça-feira, janeiro 19, 2010

Jace Everett - Bad Things (True Blood)



Esta é a musica do generico de uma serie que eu ando agora a seguir com muito interesse... TRUE BLOOD!!!! v v

quarta-feira, janeiro 13, 2010

Ingredientes para o Amor - Erica Bauermeister

Comecei a ler este livro no dia 10 de Janeiro de 2010 e acabei no dia 12 de Janeiro.

Uma vez por mês, numa segunda-feira à noite, oito alunos de um curso de culinária reúnem-se no restaurante de Lilian para mais uma aula. Entre eles encontram-se Claire, uma jovem mãe ainda a habituar-se a esta sua nova identidade, Tom, um advogado cuja vida foi virada do avesso por uma grande perda, Antonia, uma designer de cozinhas italiana que está a tentar adaptar-se à vida na América e Carl e Helen, um casal já idoso cuja longa relação guarda surpresas de que o resto da turma nunca poderia suspeitar. Os alunos começam a aprender a arte que está por detrás das inspiradoras refeições criadas por Lilian, mas rapidamente se torna claro que todos andam, na realidade, à procura de uma receita para qualquer coisa que está muito além da cozinha. Um por um, vão sendo, pois, transformados pelos aromas, os sabores e as texturas do que vão criando, como por exemplo um bolo branco que desencadeia uma série de reflexões sobre a doce fragilidade do amor e um molho de tomate e alho que parece fazer desabrochar uma paixão mas esmorecer outra. Com o tempo, os percursos destas pessoas vão-se entrecruzando e a essência da arte culinária de Lilian vai extravasando do restaurante para os recantos mais ocultos das suas vidas, com resultados muitas vezes surpreendentes e sempre deliciosos



Adorei como este livro foi organizado, cada capitulo correspondia a uma personagem do livro e todos eles faziam para de um curso de culinária. E através das receitas a escritora fala sobre a vida amorosa de uma das personagens e como os simples ingredientes se transformam em excelentes receitas. E adoro a forma como a escritora descreve tudo, pois mexe com todos os nossos sentidos: olfactivos, visuais, auditivos, gustativos e táctil .



Erica Bauermeister received a B.A. from Occidental College and a Ph.D. from the University of Washington. She is the co-author of 500 Great Books by Women: A Reader's Guide and Let's Hear It For the Girls: 375 Great Books for Readers 2-14. She lived in Bergamo, Italy for 2 years, from 1997-1999. When she returned to Seattle, she took a cooking class, which lead to her first novel, published in January 2009 – The School of Essential Ingredients. She currently lives in Seattle (and sometimes in Port Townsend), Washington with her family.

terça-feira, janeiro 12, 2010

Livros lidos em 2009

01 - "Lua Nova" - Stephenie Meyer (10/01/2009 - 13/01/2009)
02 - "Eclipse" - Stephenie Meyer (13/01/2009 - 20/01/2009)
03 - "Três Destinos" - Nora Roberts (21/01/2009 - 28/01/2009)
04 - "O Profeta do Castigo Divino" - Pedro Almeida Vieira(28/01/2009 - 03/01/2009)
05 - "Wedding Date" - Elizabeth Young (03/02/2009 - 11/02/2009)
06 - "Belas Mentiras" - Lisa Unger (12/02/2009 - 16/02/2009)
07 - "O Coleccionador de Ossos" - Jeffery Deaver (16/02/2009 - 20/02/2009)
08 - "Paixão em Florença" - Somerset Maugham (21/02/2009)
09 - "Mariana" - Katherine Vaz (22/02/2009 - 03/03/2009)
10 - "A Ilha" - Victoria Hislop (03/03/2009 - 11/03/2009)
11 - "E se fosse Verdade..." - Marc Levy (12/03/2009 - 14/03/2009)
12 - "Brisingr" - Christopher Paolini (16/03/2009 - 04/04/2009)
13 - "Voltar a encontrar-te" - Marc Levy (04/04/2009 - 07/04/2009)
14 - "Na Terra dos Cangurus" - Bill Bryson (08/04/2009 - 14/04/2009)
15 - "Porto de Abrigo" - Nora Roberts (15/04/2009 - 19/04/2009)
16 - "O Azul da Baía" - Nora Roberts (20/04/2009 - 24/04/2009)
17 - "O Pequeno Herói" - Fédor Dostoievski (25/04/2009 - 25/04/2009)
18 - "Lençois de Cetim" - Kathy Lette (26/04/2009 - 02/05/2009)
19 - "Viagem ao Centro da Terra" - Júlio Verne (03/05/2009 - 08/05/2009)
20 - "O Jogo do Anjo" - Carlos Ruiz Zafón (09/05/2009 - 20/05/2009)
21 - "Louca por Compras" - Sophie Kinsella (20/05/2009 - 24/05/2009)
22 - "Poupar Mais, Poluir Menos" - Filipe Costa Pinto (24/05/2009)
23 - "A Ilha de Nim" - Wendy Orr (24/05/2009 - 25/05/2009)
24 - "O Comboio das 16h50" - Agatha Christie (25/05/2009 - 29/05/2009)
25 - "Iris & Ruby" - Rosie Thomas (29/05/2009 - 10/06/2009)
26 - "Crimes Quase Perfeitos" - Hy Conrad (11/06/2009 - /06/2009)
27 - "Diário das Minhas Viagens" - Angelina Jolie (12/06/2009 - 19/06/2009)
28 - "Amo-te de Morte" - Catarina Resende (20/06/2009 - 23/06/2009)
29 - "Inkheart" - Cornelia Funke (23/06/2009 - 17/07/2009)
30 - "Amanhecer" - Stephenie Meyer (17/07/2009 - 24/07/2009)
31 - "O Fim do Sr. Y" - Scarlet Thomas (25/07/2009 - 05/08/2009)
32 - "No Teu Deserto" - Miguel Sousa Tavares (06/08/2009 - 08/08/2009)
33 - "O Artista da Morte" - Daniel Silva (10/08/2009 - 14/08/2009)
34 - "O Assassino Inglês" - Daniel Silva (15/08/2009 - 20/08/2009)
35 - "Príncipe de Fogo" - Daniel Silva (20/08/2009 - 28/08/2009)
36 - "Antes de Eu Morrer" - Jenny Doenham (29/08/2009 - 01/09/2009)
37 - "O Talentoso Mr Ripley" - Patricia Highsmith (03/09/2009 - 09/09/2009)
38 - "Julie e Julia" - Julie Powell (09/09/2009 - 17/09/2009)
39 - "Emparedados" - Isaías Gomes dos Santos (17/09/2009 - 20/09/2009)
40 - "A Porta no Chão" - John Irving (20/09/2009 - 03/10/2009)
41 - "Choke - Asfixia" - Chuck Palahniuk (03/10/2009 - 14/10/2009)
42 - "Mar em Casablanca" - Francisco José Viegas (14/10/2009 - 21/10/2009)(Segredo dos Livros)
43 - "Homem em Fúria" - Quinnell, A. J. (21/10/2009 - 27/10/2009)
44 - "A Cabana" - William P. Young (28/10/2009 - 04/11/2009)(Segredo dos Livros)
45 - "A Noite do Tamarindo" - António Gómez Rufo (05/11/2009 - 18/11/2009)(Segredo dos Livros)
46 - "Quero-te Muito" - Federico Moccia (19/11/2009 - 27/11/2009)(Segredo dos Livros)
47 - "Clube de Sangue" - Charlaine Harris (28/11/2009 - 08/12/2009)(Segredo dos Livros)
48 - "O Amor em Minusculas" - Francesc Miralles (08/12/2009 - 12/12/2009)(Segredo dos Livros)
49 - "O Filosofo e o Lobo" - Mark Rowlands (12/12/2009 - 22/12/2009)(Segredo dos Livros)
50 - "Academia de Vampiros" - Richelle Mead (22/12/2009 - 27/12/2009)(Segredo dos Livros)
51 - "De Bagdade com Amor" - Jay Kopelman (27/12/2009 - 28/12/2009)
52 - "Lolita" - Vladimir Nabokov (29/12/2009 - 03/01/2010)





domingo, janeiro 10, 2010

Casamento em Veneza - Elizabeth Adler

Comecei a ler este livro no dia 3 de Janeiro e acabei no dia 9 de Janeiro de 2010.

Uma súplica leva-a a Veneza e muda a sua vida…
Mas um homem pode acabar definitivamente com ela…
Apesar de viver na cidade mais romântica do mundo, Precious Rafferty nunca se apaixonou perdidamente. Até que conhece Bennett James. Estará na altura de se deixar, finalmente, arrebatar pelo romantismo e ter o casamento dos seus sonhos em Veneza?



Do outro lado do mundo, em Xangai, Lily Song, prima de Precious, guarda um valioso e perigoso segredo de família. Quando Lily suplica a Preshy que se encontrem em Veneza e a alerta para os perigos que corre, a vida de ambas vai mudar para sempre.
Entretanto, em Paris, Precious conhece o escritor Sam Knight, um homem cativante, mas desencantado com a vida. Precious sente Sam cada vez mais próximo de si e receia que ele esteja também enredado nesta emaranhada teia de perigo e desejo. Será que Sam também não é quem aparenta ser? Esconderá algum segredo terrível? Em Veneza, Precious terá de serpentear através de um labirinto de traição e sedução para descobrir a quem poderá confiar, de uma vez por todas, o seu coração... e a sua vida.
Empolgante, exuberantemente descritivo e inteligente, Casamento em Veneza é um jogo do gato e do rato com muitas reviravoltas e romances arrebatadores. A mestria narrativa de Elizabeth Adler no seu melhor.




Elizabeth Adler é britânica. Autora de mais de vinte romances, é reconhecida internacionalmente pelas suas histórias envolventes que combinam de forma magistral mistério, amor e destinos de sonho. Os seus livros estão publicados em vinte e cinco países, com mais de quatro milhões de exemplares vendidos em todo o mundo.
A autora adora viajar e visita com frequência a Toscana, um dos seus destinos de eleição. Embora a localidade de Bella Piacere seja ficcional, muitos dos restaurantes, lojas e hotéis mencionados em Romance na Toscana, o seu segundo livro a ser publicado em Portugal, são reais.
Adler e o marido viveram em vários países até que fixaram residência em La Quinta, Califórnia, onde passam dias tranquilos na companhia dos seus dois gatos.

quarta-feira, janeiro 06, 2010

True Blood!!!

Ontem fiquei acordada até à 02:00 para ver a estreia da serie True Blood, no canal de televisão RTP1, às 01:06...
Depois de ter lido o terceiro volume: "Clube de Sangue" da série de livros Southern Vampires da americana Charlaine Harris, fiquei bastante curiosa em ver esta serie de televisão, baseada nesses livros



True Blood (Sangue Fresco, em Portugal) é uma série de TV dramática estadunidense criada por Alan Ball, baseada na série de livros Southern Vampires da americana Charlaine Harris. O programa é exibido pela HBO nos Estados Unidos e foi ao ar pela primeira vez no dia 7 de Setembro de 2008. A segunda temporada da série estreou em 14 de Junho de 2009.

True Blood fala sobre a co-existência de vampiros e humanos em "Bon Temps", uma pequena cidade fictícia localizada no Louisiana. A série é focada em Sookie Stackhouse (Anna Paquin), uma empregada de bar telepata que se apaixona pelo vampiro Bill Compton (Stephen Moyer).

A série é vencedora de um Globo de Ouro e dois Satellite Awards.

Ideias para aplicar em 2010!!!!

Apagar as luzes e beijar gente ao calhas,
Fazer criação de cogumelos,
Aprender a assobiar com os dedos,
Usar Kilt todas as quintas,
Adoptar um avô,
Aproveitar a chuva para lavar o cabelo,
Cantar músicas em finlandês,
Dar abraços quentes,
Tomar duche à luz das velas,
Apaixonar-se perdidamente,
Fumar cachimbo,
Contar historias à lareira,
Fazer pegadas de tinta,
Dar gargalhadas porque sim,
Oferecer fruta em vez de flores,
Olhar para o céu em vez de para o chão,
Decorar um poema inspirador,
Comprar um pássaro só para o libertar,
Dar os bons dias durante todo o dia,
Chorar a valer nos filmes piegas,
Comer de tudo sem culpas,
Ver o nascer do sol enrolado num cobertor,
Andar mais a pé por Lisboa [ou por outro local qualquer],
Dizer SIM,
Andar de mota com os cabelos ao vento,
Trocar livros,
Dar as mãos,
Dançar cha-cha-cha,
Deber vinho no banho,
Ler BD no autocarro,
Tirar as calças no metro,
Fazer loucuras,
Realizar sonhos.

P. S. Plagiado por L.C.. Ok, ok! O original é do Le Cool Magazine

terça-feira, janeiro 05, 2010

Lolita - Vladimir Nabokov

Comecei a ler o livro no dia 29 de Dezembro de 2009 e acabei no dia 03/01/2010.

Em 15 de Setembro de 1955, foram colocados à venda os primeiros exemplares de “Lolita” do escritor Vladimir Nabokov.
Gerador de grande controvérsia, o romance, rapidamente traduzido em todas as línguas, é hoje considerado um dos clássicos da literatura do século xx, tendo sido adaptado por duas vezes ao cinema com assinalável êxito.

"'Lolita' é uma das obras mais polémicas da literatura americana. Foi inicialmente recusada por vários editores devido ao conteúdo considerado demasiado mórbido para o sentido de pudor do público. O romance foi publicado pela primeira vez em Paris, no ano de 1955, tendo sido acolhido com opiniões discordantes: houve quem o definisse como um dos melhores do ano e quem o condenasse como pornografia pura. A obra só viria a ser publicada nos Estados Unidos em 1958, depois de superadas diversas dificuldades, conquistando rapidamente o topo das tabelas de venda. 'Lolita' é, de certo modo, uma história de pedofilia, sendo, porém, e sobretudo, uma apaixonada história de amor e destruição, escrita por Nabokov com grande intensidade evocativa e com elegante e irónico desespero. O protagonista é o maduro e inquieto professor Humbert, que sempre se sentira atraído por meninas. Encontrando-se na cadeia a aguardar julgamento por homicídio, narra, através da fórmula da confissão-memória, a irreprimível e desastrosa atracção por Lolita, a filha de doze anos da sua senhoria..."





Escritor norte-americano de origem russa, nascido em 1899 e falecido em 1977, exilou-se com a família na Inglaterra, França e Alemanha. Neste último país, escreveu, em russo, a primeira parte da sua obra literária, de entre a qual se destaca Mashenka e Glória.
Em 1940 partiu para os Estados Unidos da América, adquirindo a nacionalidade americana em 1945. Começou a escrever em inglês, mantendo, nas obras deste período, o fundo fantástico, a visão irónica da vida quotidiana e a mestria formal que já havia demonstrado, e almejou levar a cabo um retrato da sociedade norte-americana através das suas convenções culturais e posturas perante o sexo.
São dignas de nota as narrativas: "Invitation to a Beheading", "The Real Life of Sebastian Knight", "Lolita", um grande êxito editorial transposto para o cinema por S. Kubrick e cujo argumento se baseia nos amores de um homem adulto por uma adolescente, "Pale Fir", Pnin, Ada; or Ardor: A Family Chronicle" e "Speak Memory".