Insecta Shoes

quinta-feira, novembro 27, 2008

Viver o Amor - Osho

Comecei a ler o livro no dia 19 de Novembro e acabei hoje dia 27.

O que é o amor?
Neste livro, tão provocante quanto sábio, Osho, um dos pensadores mais revolucionários do nosso tempo, desafia-nos a reflectir sobre tudo aquilo que sabemos acerca do amor. Com a sua perspicácia habitual, Osho analisa os padrões destrutivos dos relacionamentos amorosos, convidando-nos a redescobrir o sentido do amor. Só assim nos poderemos abrir à essência do verdadeiro amor – um sentimento natural e cheio de força, livre de possessividade e ciúme. Ao longo destas páginas, Osho responde a algumas das dúvidas mais angustiantes que o ser humano tem sobre o amor, e apresenta uma forma totalmente inovadora de amarmos os outros – e de nos amarmos a nós próprios.



Sobre Viver o Amor

«Osho é um mestre iluminado que se esforça por ajudar a humanidade a desenvolver a sua consciência.» | Dalai Lama

«Estes pensamentos brilhantes serão uma ajuda preciosa para todos aqueles que desejam conhecer melhor o potencial inerente a cada ser humano.» | Deepak Chopra

Sobre Osho



Osho nasceu na Índia, em 1931. Foi um aluno sobredotado e, de 1958 a 1966, foi professor catedrático de Filosofia na Universidade de Jabalpur. A partir de então passou a dedicar-se totalmente ao estudo da espiritualidade. Fundou vários retiros de meditação e comunas, e ensinou e realizou palestras em todo o mundo. Faleceu em 1990. É considerado o autor indiano de maior sucesso: os seus livros vendem mais de um milhão de exemplares por ano e estão traduzidos em dezenas de idiomas. Oficialmente, é autor de mais de seiscentos livros, mas todos eles são transcrições das suas palestras. Osho acreditava no poder da palavra viva e do diálogo, e é isso mesmo que os seus livros transmitem.

SAW V Trailer

Na passada sexta-feira dia 21 fui ao cinema com a M., com a M. e com o M., ver o Saw V... eramos quase os únicos na sala... esta só mais um casal ... deve haver as suas razões... lol


Quantum Of Solace - Official Theatrical Trailer

No passado domingo dia 16 de Novembro fui ao cinema do Vasco da Gama ver o último filme do James Bond.


quinta-feira, novembro 20, 2008

Viver o Amor - Osho

No âmbito do Desafio Alfabético dos Autores, comecei a ler este livro no dia 19/11/2008.

Como Água para Chocolate - Trailer




Como Água para Chocolate - Laura Esquível

Comecei a ler este maravilhoso livro no dia 17/11/2008 e acabei de ler no dia 18/11/2008.


Neste romance surpreendente e admirável, que revelou ao leitor português uma grande escritora mexicana, toda a trama narrativa roda em torno da cozinha e de um certo número de elementos culinários. Cada capítulo abre com uma receita fora do comum (mas ao mesmo tempo perfeitamente realizável), a pretexto e em volta da qual não apenas se juntam os comensais, mas também se “cozem” e “temperam” amores e desamores, risos e prantos, e se celebra o triunfo da alegria e da vida sobre a tristeza e a morte.
Enorme sucesso editorial, Como Água para Chocolate foi já traduzido em numeros países e adaptado ao cinema.




Uma história lindíssima sobre um amor proibido em que cada capítulo começa sempre com uma receita que se mistura com um enredo cheio de cheiros e sabores.

Laura Esquivel (born September 30, 1950) is a Mexican author making a noted contribution to Latin-American literature. She was born the third of four children of Julio César Esquivel, a telegraph operator, and Josefa Valdés.
In her first novel Como agua para chocolate (Like Water for Chocolate), released in 1989, Esquivel uses magical realism to combine the ordinary and the supernatural, similar to Isabel Allende. The novel, taking place in nineteenth century Mexico, shows the importance of the kitchen in Esquivel's life. Esquivel believes that the kitchen is the most important part of the house and characterizes it as a source of knowledge and understanding that brings pleasure.

The "title refers to a colloquial phrase used by the Spanish that means an extremity of feeling. It refers to a boiling point in terms of anger, passion and sexuality."

The idea for the book came to Esquivel "while she was cooking the recipes of her mother and grandmother."

Reportedly, "Esquivel used an episode from her own family to write her book. She had a great-aunt named Tita, who was forbidden to wed. Tita never did anything but care for her own mother. Soon after her mother died, so did Tita."

"The book has been a tremendous international success: The No. 1 best-selling book in Mexico for three years, it's also been translated into 23 languages."[2]
Like Water for Chocolate was developed into a film, which was released in 1993 concurrently with the book's English translation. In the United States, Like Water for Chocolate became one of the largest grossing foreign films ever released in the US. Esquivel earned the Mexican Academy of Motion Pictures award; she received eleven in all, from Ariel Awards.[citation needed]



Esquivel's second novel, The Law of Love (1996) takes place in the twenty-third century Mexico City and combines romance and science fiction. Reportedly, "the theme of romantic love, particularly love thwarted, appears repeatedly throughout her novels, as does the setting in Mexico."
Her Between the Fires (2000) featured essays on life, love, and food. Her most recent novel, Malinche (2006), "explores the life of a near mythic figure in Mexican history-the woman who served as Spanish conquistador Hernan Cortez's interpreter and mistress" as he fought to overthrow the Aztecs. Reportedly, although "since the 15th century, Mexican history and folklore have interpreted her actions as traitorous to her people, in Esquivel's book, we learn of Malinche's rich cultural heritage." Esquivel characterized La Malinche as a strong woman - an ambassador and a genius.[citation needed] The novel includes an Aztec codex (by Jordi Castells) which acts as Malinche's own diary.
Esquivel was once married to director Alfonso Arau. She currently lives in Guatama Bay, Mexico.

Bibliography
•Como agua para chocolate (1989) (English: Like Water for Chocolate)
•La ley del amor (1995) (English: The Law of Love)
•Íntimas suculencias (1998)
•Estrellita marinera (1999)
•El libro de las emociones (2000)
•Tan veloz como el deseo (2001) (English: Swift as Desire)
•Malinche (2006)

segunda-feira, novembro 17, 2008

Um Homem com Sorte - Nicholas Sparks

Comecei a ler no dia 10 de Novembro e acabei no dia 15.

Sinopse
Depois de um ano de interregno Nicholas Sparks regressa com o seu mais recente romance para encantar os leitores portugueses. Logan Thibault sempre foi um homem que em tudo se pode considerar comum. No entanto a sua vida estava prestes a mudar… A combater no Iraque, Thibault encontra a fotografia de uma mulher nas areias do deserto, e apanha-a pensando que alguém acabará por a reclamar. Mas ninguém aparece e, apesar de rejeitar a ideia, a fotografia passa a ser encarada como um talismã da sorte que faz com que Thibault sobreviva, sem ferimentos graves, a situações de indescritível perigo.



De regresso aos EUA, o militar não consegue esquecer a mulher da fotografia decidindo procurá-la pelo país. Mas assim que a encontra a sua vida toma um rumo inesperado e o segredo que Thibault guarda pode custar-lhe tudo aquilo que lhe é querido. Uma história apaixonante sobre a força avassaladora do destino.

Nicholas Sparks



Nicholas Sparks (n. 31 de Dezembro de 1965, Omaha, Nebraska) é um romancista norte-americano.

Nicholas Sparks viveu a sua juventude em Fair Oaks, na Califórnia e vive actualmente na Carolina do Norte com a família. Foi premiado com uma bolsa de estudos da Universidade de Notre Dame pelos seus excelentes resultados e, em 1988, licencia-se em Economia. Curiosamente, o seu sonho era tornar-se atleta de alta competição, sonho de que teria de abdicar devido a um grave acidente. Iniciou-se a escrever enquanto trabalhava como delegado de informação médica e, mais tarde, surge Theresa Park, agente literária, que se propôs representá-lo, vendendo os direitos do seu primeiro romance, «Diário da Nossa Paixão», à Warner Books.

Obras Publicadas
Diário Da Nossa Paixão — The Notebook, 11-01-1999, adaptado para filme lançado em 2004 com James Garner e Gena Rowlands no presente, e na narrativa com Ryan Gosling e Rachel McAdams.

As Palavras Que Nunca Te Direi — título original: Message in a Bottle(Portugal). O filme foi gravado no Maine, Chicago e Wilmington na Carolina do Norte, em 1999 foi interpretado por Kevin Costner.

Um amor para recordar — A Walk to Remember, 02-11-1999, filmado em 2002, estrelando Mandy Moore e Shane West - adaptação para filme em 2002, com Mandy Moore e Shane West.

Corações em Silêncio — The Rescue, 15-11-2000

Uma Viagem Espiritual (01.03.2001)

Uma Promessa Para Toda a Vida (A bend in the road) — 31-10-2001

O Sorriso das Estrelas — 05-11-2002

Laços Que Perduram — 06-05-2004

A Alquimia do Amor — 14-10-2003

Três Semanas Com O Meu Irmão — Three Weeks With My Brother, 06-07-2004

Quem Ama Acredita — True Believer, 05-07-2005

À Primeira Vista - "At First Sight" - Março-2006; (sequela do Romance "Quem Ama Acredita")

Juntos ao Luar - "Dear John" - Outubro-2006

Uma Escolha por Amor - The Choice - Setembro 2007

Um Homem com Sorte — The Lucky one - Outubro 2008

sexta-feira, novembro 14, 2008

Nicholas Sparks - Sessão de Autógrafos no Jumbo de Setúbal

No passado dia 12 de Novembro, o escritor Nicholas Sparks, veio a Setúbal para uma Sessão de autógrafos e para o Lançamento do seu último Livro: "Um Homem com Sorte".



Eu tive a "sorte" e o privilégio de lá estar, e levei os meus 15 livros para serem autografados ;)!!! Ele é tão simpático !!! A-D-O-R-E-I !!!


quarta-feira, novembro 12, 2008

Magusto

O Magusto é uma festa popular, as formas de celebração divergem um pouco consoante as tradições regionais. Grupos de amigos e famílias juntam-se à volta de uma fogueira onde se assam as castanhas para comer, bebe-se a jeropiga ou vinho novo, fazem-se brincadeiras , as pessoas enfarruscam-se com as cinzas, cantam-se cantigas. O magusto realiza-se em datas festivas: no dia de São Simão, no dia de Todos-os-Santos ou no dia São Martinho. Inúmeras celebrações ocorrem não só por Portugal inteiro mas também na Galiza e nas Astúrias.

Na Aldeia Viçosa o "Magusto da Velha" é uma tradição local.



Leite de Vasconcelos considerava o magusto como o vestígio dum antigo sacrifício em honra dos mortos e refere que em Barqueiros era tradição preparar, à meia-noite, uma mesa com castanhas para os mortos da família irem comer; ninguém mais tocava nas castanhas porque se dizia que estavam “babada dos defuntos”.



A celebração do magusto está associada a uma lenda a qual dizia que um soldado romano, ao passar a cavalo por um mendigo quase nu, como não tinha nada para lhe dar, cortou a sua capa ao meio com a sua espada; estava um dia chuvoso e diz que neste preciso momento parou de chover daí a expressão: "Verão de São Martinho".

segunda-feira, novembro 10, 2008

Depois de Tu Partires

Comecei a ler no dia 3 de Novembro e acabei de ler no dia 10 de Novembro.

Sinopse
Alice Raikes dirige-se à estação de King’s Cross onde irá apanhar o comboio que a levará até à Escócia para visitar a sua família. Horas mais tarde encontra-se em coma no hospital de Londres, após um acidente que se suspeita ter sido uma tentativa de suicídio. A partir daqui, Alice começa a reconstituir o passado que lhe trará respostas para o sucedido.
Críticas de imprensa
"Complexidade narrativa, embrenhando com à-vontade o leitor nos meandros da história, facilidade no tratamento e construção de personagens, fica o convite para se travar de razões com a empolgante história de Alice, uma jovem viúva que certo dia vê algo que nunca deveria ter visto..."
In Os Meus Livros, Novembro de 2004
comentários dos leitores



Após ter estudado literatura inglesa em Cambridge e ter viajado pela Mongólia, mudou-se para Londres, onde trabalha numa sociedade de poesia e a par disso desenvolve a sua carreira de jornalista. Depois de Tu Partires é o seu primeiro romance publicado em Portugal.(...)



Maggie O'Farrell (born 1972, Coleraine Northern Ireland) is a British author of contemporary fiction, who features in Waterstones' 25 Authors for the Future[1] It is possible to identify several common themes in her novels - the relationship between sisters is one, another is loss and the psychological impact of those losses on the lives of her characters.

Maggie was born in Northern Ireland and grew up in Wales and Scotland. At the age of eight she missed a year of school due to a viral infection[2], an event that is echoed in The Distance Between Us. Maggie worked as a journalist, both in Hong Kong and as the Deputy Literary Editor of The Independent on Sunday. She has also taught creative writing.



She is married to the novelist William Sutcliffe, whom she met at Cambridge. They live in Edinburgh.

sexta-feira, novembro 07, 2008

Novo Visual!!

Olá a Todos!!

Já andava um bocado cansada como o meu antigo template, por isso hoje decidi mudar...

Espero que gostem!! Dêem a vossa opnião!!

Obrigada!!

quinta-feira, novembro 06, 2008

"Depois de tu Partires"

O mais estranho nisto tudo é que um pensamento pode andar às voltas dentro da nossa cabeça, não conseguimos deixar de estar obcecados com ele, e não quaisquer travões que possamos utilizar para estancar as coisas acerca das quais não queremos pensar mais. Numa vida normal, distraímo-nos – pegamos no jornal, saímos para dar um passeio, ligamos a televisão ou telefonamos a alguém. Podemos encher a nossa mente, enganarmo-nos, pensando que está tudo bem, que aquilo que nos tem andando a assombrar já está resolvido. É claro que não funciona durante muito tempo – uma hora, duas, se tivermos sorte – porque ninguém é assim tão estúpido e porque estas coisas voltam sempre quando estamos mais uma vez inactivos e sem distracções: nas tardias e escuras horas da madrugada, ou quando estamos a ser impelidos para um estado vazio de pensamentos num autocarro.

Um excerto do livro que eu estou ler, “Depois de tu Partires” – Maggie O’ Farrell

quarta-feira, novembro 05, 2008

Karate Kid



Ao ouvir a rádio no dia 4 de Novembro soube que o actor Ralph George Macchio, nasceu nesse dia no ano de 1961, ou seja, está actualmente com 47 anos. E que na altura que gravou o primeiro filme Karate Kid tinha 23 anos.




Vejam só as diferenças ;)

O Último Papa - Luís Miguel Rocha

Comecei a ler no dia 28/10/2008 e acabei de ler no dia 03/11/2008

Sinopse
Intriga, acção e suspense, num thriller vertiginoso que o vai mergulhar no mais obscuro segredo do Vaticano.
1978, CIDADE DO VATICANO
Às 4.30 da manhã , a irmã Vicenza, assistente pessoal de João Paulo I, chega à antecâmara dos aposentos pontífices com o pequeno-almoço. Deseja os bons dias ao Papa mas, pela primeira vez, não é convidada a entrar. Só quando mais tarde ganha coragem e abre a porta, descobre que Albino Luciani, representante de Deus na Terra, jaz morto na cama. Tinha sido eleito Papa há apenas 33 dias. E em 2000 anos de história, nunca nenhum Papa havia morrido sozinho.

2006, LONDRES
Sarah Monteiro, uma jovem jornalista portuguesa, está de regresso a Londres depois de umas férias na terra natal. Ao chegar, encontra entre a correspondência um envelope que lhe chama a atenção. Lá dentro, uma lista com nomes de personalidades públicas e pessoas desconhecidas, entre eles o de seu pai. A lista tem mais de 25 anos e muitos dos nomeados já faleceram. Mas como cedo irá descobrir, aquela lista poderá transformar-se num bilhete para a morte.



Com ajuda de um homem misterioso com muitos nomes e poucas respostas, inicia uma frenética corrida para escapar à morte. De Londres a Lisboa e a Nova Iorque, terá de levar a melhor a uma organização secreta que não olha a meios para deitar a mão à lista, e impedir a divulgação de um segredo que o Vaticano esconde há mais de trinta anos.



Prepare-se, pois desta vez a conspiração é baseada em factos verídicos. E Portugal está envolvido.

Críticas de imprensa
"Inquietante e Diabólico. Um Sucesso."
La Nazione




Luís Miguel Rocha (Porto, Fevereiro de 1976) é um escritor português.

Foi estudante de Humanidades até ao 12º ano. Começou a sua vida profissional como técnico da produtora que era responsável pelas missas da TVI, aos vinte anos de idade. Supervisionou guiões para produtores ingleses e nacionais e foi tradutor de livros e contos já publicados. Actualmente, dedica-se apenas à escrita.

O livro que lhe trouxe inesperadamente a riqueza e o sucesso foi O Último Papa, onde expõe uma teoria sobre a misteriosa morte de Albino Luciani, o Papa João Paulo I, envolvendo a loja maçónica italiana Propaganda Due (P2) e outras agências secretas internacionais, como a CIA. O autor alega que esta teoria é verdadeira e que tem documentos que a comprovam, cedidos por um acessor de um ministro italiano.

Na sequela deste livro, Bala Santa, Luís Miguel Rocha mostra uma outra tese, desta vez relacionada com o atentado a Karol Wojtila, o Papa João Paulo II.

O seu próximo livro está previsto para ser lançado a 13 de Maio de 2009.