Insecta Shoes

segunda-feira, março 31, 2008

Libertação de mais 5 Livros

Ontem como fui dar um passeio até Lisboa, ouvir no Grande Auditório da Fundação Calouste Gulbenkian - Ciclo Vanguardas / Novas vanguardas 2007/08 - Remix Ensemble (ver mais informação no post anterior) (bilhetes ganhos pela minha irmã, através do programa "Império dos Sentidos" da rádio Antena 2 (obrigada mana)), aproveitei para libertar 5 livros (no Parque das Nações e no Jardim da Gulbenkian).

1º - Parque das Nações (junto à Vaca Milka)




2º - Parque das Nações (Entrada Sul)




3º - Jardim da Gulbenkian



4º - Jardim da Gulbenkian



5º - Jardim da Gulbenkian

Vanguardas / Novas Vanguardas - Remix Ensemble

Domingo, 30 de Março, 19.00

Grande Auditório - FCGulbenkian

Franck Ollu Direcção
Angel Gimeno Violino
Pedro Amaral

Spirales
Frédéric Durieux
3 pour 2 *
Tristan Murail
L’Esprit des dunes (ensemble e electrónica)
Pascal Dusapin
Quad (In memorian Gilles Deleuze)

(*) 1ª Audição absoluta da nova versão


O que têm em comum os compositores Pedro Amaral, Frédéric Durieux, Tristan Murail e Pascal Dusapin? Além de, obviamente, aparecerem agrupados no próximo programa que o Remix Ensemble trará ao Grande Auditório Gulbenkian, une-os o facto de terem sido todos distinguidos com o Prémio de Roma, outorgado pelo Conservatório de Paris aos seus alunos de composição mais destacados. Paralelamente, os quatro são representantes, ainda que manifestando muitas diferenças entre si, de um grupo compositores que nos últimos anos têm procurado encontrar, em solo francês, soluções estéticas e técnicas e novas vias para a criação musical contemporânea.

Com este concerto, o maestro Franck Ollu e o Remix-Ensemble dão continuidade a um dos seus projectos musicais mais interessantes, focado no estabelecimento de uma ponte entre compositores franceses e portugueses. Têm conseguido criar desta forma um enriquecedor foro permanente de diálogo e de intercâmbios artísticos.

Será apresentada em primeira audição absoluta a nova versão de 3 pour 2, de Frédéric Durieux (n. 1959), juntamente com L’esprit des dunes, uma das obras-primas de Tristan Murail (n. 1947). Será, ainda, escutada Spirales, de Pedro Amaral (n. 1972), o compositor mais novo do programa, cuja obra foi recentemente objecto de um CD monográfico apoiado pela Fundação Calouste Gulbenkian e interpretado pela London Sinfonietta sob a batuta do autor. Por último, será ouvida Quad, de Pascal Dusapin (n. 1956). Trata-se de um concerto para violino, cuja parte solística será interpretada pelo reputado violinista venezuelano Ángel Gimeno. Esta obra, de 1996, foi concebida como uma homenagem póstuma ao filósofo Gilles Deleuze.

domingo, março 30, 2008

Torta de Morango

Ingredientes

1 Saqueta de preparado para Pão de Ló (Marca Branca de Neve)
4 ovos inteiros
2 (colheres de sopa) de Leite

Preparação

1 – Acenda o forno a 180º
2 – Unte um tabuleiro de 40x30 cm com margarina e forre com papel vegetal.
3 – Unte o papel vegetal
4 – Numa tigela junte os ovos e o leite ao conteúdo da saqueta de preparado
5 – Misture com a batedeira à velocidade mínima até juntar todos os ingredientes
6 – Bata seguidamente cerca de 5m à velocidade máxima
7 – Coloque e espalhe uniformemente a massa no tabuleiro
8 – Leve ao forno. Após 10m verifique se está cozido
9 – Retire do forno e desenforme para cima de um pano ou folha de papel vegetal polvilhados com açúcar.
10 – Sem deixar a torta arrefecer, barre com doce de morango
11 – Enrole com a ajuda do pano ou da folha.
12 – Mantenha-a enrolada cerca de 30m.

Pão Integral

Ingredientes
300g de Água
0,5 (colher de sopa) de Óleo
1,5 (colher de café) de sal
1 (colher de sopa) de Açúcar
1,5 (colher de sopa) de Leite em Pó
180g de Farinha Branca
340 de Farinha de Trigo Integral
1 (colher de café) de Fermento

Preparação

1 – Verter a água na cuba
2 – Verter o óleo
3 – Introduzir o sal
4 – Juntar o açúcar
5 – Introduzir o leite em pó
6 – Verter a farinha branca
7 – Verter a farinha de trigo Integral
8 – Juntar o fermento
9 – Escolher o Menu 3 (as quantidades são para um pão de 750g e o tempo de cozedura é de 3h37m)

sábado, março 29, 2008

Nunca Me Deixes - Kazuo Ishiguro

Acabei hoje de manhã de ler este livro, emprestado pela Tuanita, através do Bookcrossing (gostei muito =) )



Sinopse

Kazuo Ishiguro foi elogiado no Sunday Times por «ampliar as possibilidades da ficção». Em "Nunca Me Deixes", que se encontra certamente entre as suas melhores obras, conta-nos uma extraordinária história de amor, perda e verdades escondidas.
Kathy, Ruth e Tommy cresceram em Hailsham – um colégio interno idílico situado algures na província inglesa. Foram educados com esmero, cuidadosamente protegidos do mundo exterior e levados a crer que eram especiais. Mas o que os espera para além dos muros de Hailsham? Qual é, de facto, a sua razão de ser?
Só vários anos mais tarde, Kathy, agora uma jovem mulher de 31 anos, se permite ceder aos apelos da memória. O que se segue é a perturbadora história de como Kathy, Ruth e Tommy enfrentam aos poucos a verdade sobre uma infância aparentemente feliz — e sobre o futuro que lhes está destinado.
Nunca Me Deixes é um romance profundamente comovedor, atravessado por uma percepção singular da fragilidade da vida humana.
Críticas de imprensa

"(...) a verdade é que este livro não é, apesar dos clones, seus protagonistas, nem estapafúrdio, nem reduzível a ficção científica (se é que essa categoria é, como alguns defendem, artisticamente inferior). Em poucas palavras, Ishiguro procura explorar, através das figuras de Kathy, Ruth e Tommy (são eles os referidos clones, concebidos como meros doadores de órgãos), as fronteiras do humano. E fá-lo de uma maneira muito curiosa, usando como lupa coisas das mais humanas que os humanos podem ter: recordações da infância, sentimentos, impulsos artísticos, traumas, segredos. Será que estes clones têm alma?"
Humberto Brito

"Já considerado como a sua melhor obra depois de 'Os Despojos do Dia' o livro 'Nunca me Deixes' foi anunciado como um dos seis finalistas do Prémio Booker deste ano. [...] O registo, em tom de 'thriller' contemporâneo pode estar longe do dos mais conhecidos romances históricos de Ishiguro, mas as questões são as mesmas: a solidão, o desajuste em relação ao mundo e a recusa em encarar uma realidade dura mas por demais evidente."
Vanessa Rato, Público, Mil Folhas

sexta-feira, março 28, 2008

Definitely, Maybe (2008) - Trailer

Ontem fui ao cinema ver este filme. Muito giro

segunda-feira, março 24, 2008

sábado, março 22, 2008

Folar (à minha maneira)

Ingredientes

430ml água
5,5 colheres de sopa de Azeite
1,5 colher de café de Sal
1,5 colher de café de Açucar
720g de Farinha branca
2 colheres de café de Erva Doce Moída
2 colheres de café de Canela
4,5 colheres de café de Fermento

Preparação

1 - Introduzir a água na cuba
2 - Adicionar o azeite
3 - Adicionar o sal e o açucar
4 - Adicionar a Farinha
5 - Adicionar o Fermento
6 - Adicionar a Erva Doce e a Canela (foi aqui que eu alterei a receita)
7 - Seleccionar o menu 13 (1250g = 1h25)
8 - Retirar a massa da cuba e colocar numa superfice com farinha
9 - Amassar a massa umas 4 vezes
10- Estender a massar e deixar levedar durante uns 20m.
11- Aquecer o forno à temperatura de 220ºC durante 5m
12- Pincelar a massa com uma gema de ovo
13- Levar a massa ao forno durante 20m a uma temperatura de 210ºC

Um Longo Domingo de Noivado - Filme



Um Longo Domingo de Noivado (Un Long Dimanche de Fiançailles) - 2004


Realizador: Jean-Pierre Jeunet

Actores: Audrey Tautou, Gaspard Ulliel, Dominique Pinon, Jodie Foster, Chantal Neuwirth, Ticky Holgado, André Dussollier, Jean-Paul Rouve, Albert Dupontel, Jérôme Kircher, Jean-Pierre Darroussin, Denis Lavant, Dominique Bettenfeld, Jean-Pierre Becker, Tchéky Karyo, Jean-Claude Dreyfus, Marion Cotillard, Julie Depardieu, Michel Vuillermoz, Urbain Cancelier, Michel Robin
Sinopse:

Um Longo Domingo de Noivado, realizado por Jean Pierre Jeunet - realizador de Delicatessen e Amelie- conta a história de Mathilde e da sua procura emocionante de pistas que lhe permitam saber o que aconteceu ao seu namorado Manech, desaparecido na frente do Somme em 1917. Mathilde recusa-se a aceitar a versão oficial que diz que Manech morreu em plena terra-de-ninguém, em frente a uma obscura trincheira chamada Bingo Crépuscule, juntamente com quatro camaradas condenados por mutilação voluntária. Segundo ela, se Manech estivesse realmente morto, ela saberia. Confiando na sua intuição e naquilo que o seu coração lhe diz, Mathilde vai, aos poucos, aproximando-se da verdade, num caminho difícil, cheio de emboscadas, falsas esperanças e incertezas.
Um Longo Domingo de Noivado, é o filme que tornou possível o reencontro dos dois responsáveis pela maravilha que é O Fabuloso Destino de Amélie, o realizador Jean Pierre Jeunet e a actriz Audrey Tautou. Se o talento de Jeunet como realizador e o carisma e beleza singular de Tautou, eram já meio caminho andado para um grande filme, nada como ter uma história adaptada de um belo romance, o livro de Sébastian Japrisot, que deu o nome ao filme.

Do livro pode-se dizer que a expressão "uma história maior que a própria vida" se lhe aplica como uma luva. Japrisot criou uma história tão complexa, tão cheia de personagem, sentimentos e situações que assitir ao filme se torna uma experiência quase esmagadora, mesmo para quem já tenha lido a obra.

Adaptar esta história ao cinema era por isso uma tarefa complexa, uma vez que havia que reduzir para apenas duas horas uma narrativa que daria para muitas mais. Tarefa mais complexa ainda pela mistura de géneros que compõem esta história, policial, guerra, romance e drama, e pelo constante alternar entre o presente, a história de Matilde, e o passado, a de Manech e seus companheiros.

Jeunet e o seu co-argumentista geriram tudo isto surpreendentemente bem, a narrativa é fluída e sempre cativante, mas não de forma perfeita. Na parte dos flashbacks, no meu da confusão da batalha, de tantos nomes de personagem e explicações, é fácil ficar algo baralhado, mesmo para que já leu o livro.

Nada no entanto que estrague a grande experiência que é ver este filme, é uma história de amor e dedicação inspiradora e comovente, sem nunca ser lamechas ou massadora. E mesmo que fosse o caso seria de visionamento obrigatório, só pela beleza de cada cena, Jeunet como realizador extremamente visual que é, escolhe cada enquadramento, prepara cada movimento de câmara com uma perfeição notável, do caos do campo de batalha, à simplicidade dos momentos partilhados pelos dois namorados. Tudo isto, complementado com uma fotografia de cortar a respiração, torna cada imagem deste filme em pura poesia.

Tal como em Amélie, este filme parece passado numa outra dimensão. É difícil explicar o porquê, mas o mundo dos filmes de Jeunet parece sempre mais vivo, mais vibrante que o mundo real, as suas personagens transbordam energia, e mesmo sendo muitas vezes caricaturadas, são sempre incrivelmente densas e complexas.

Um Longo Domingo de Noivado



Sinopse


Numa noite de Janeiro de 1917, cinco soldados condenados à morte em conselho de guerra são lançados, de mãos amarradas atrás das costas, diante das trincheiras inimigas. O mais novo não tem ainda 20 anos e deixa atrás de si uma jovem noiva e um amor interrompido.
Chegada a paz, Mathilde quer saber a verdade sobre esta ignomínia e descobrir o que realmente aconteceu àquele a quem continua ligada pelos laços de um longo e trágico noivado.
Com mais intensidade do que nunca, Sébastien Japrisot oferece-nos nesta história de paixão e mistério o virtuosismo e a magia da sua escrita. A mulher obstinada e frágil, envolvente e subtil, que aqui se encontra na figura de Mathilde, figurará certamente entre as heroínas mais memoráveis do universo romanesco moderno.
Aquando da sua publicação, "Um Longo Domingo de Noivado" obteve em França o prestigiado Prémio Interallié.
O romance foi adaptado ao cinema por Jean-Pierre Jeunet, realizador de "O Fabuloso Destino de Amélie", contando com Audrey Tautou, que protagonizou o mesmo filme, no papel principal.
Críticas de imprensa
"Um verdadeiro romancista, um escritor que encontrou o equilíbrio entre a técnica policial e a sensibilidade do romance."
France-Inter

"Japrisot tem um dom raro: não sabe escrever um mau livro… Como na literatura picaresca - onde cada personagem representa todo um universo - há nos romances de Japrisot uma tal profusão de intrigas, um tal imaginário, uma tal emoção, em suma, tanto talento, que é perfeitamente natural que toda a sua obra tivesse sido adaptada ao cinema."
Le Figaro

"Japrisot, o mágico que contraria o silêncio, obrigando-o a dar voz à verdade."
Le Monde

"Um verdadeiro romancista, um escritor que encontrou o equilíbrio entre a técnica policial e a sensibilidade do romance."
France-Inter

quarta-feira, março 19, 2008

Marcadores de Livros - Bookcrossing

Hupiii!!! Os marcadores já chegaram... são todos tão lindos!!
Agora vou escolher uns para mim.. e vou fazer uns tb muito bonitos para os substituir.

segunda-feira, março 17, 2008

Pizza Bacana

Ingredientes para a massa

430 ml de água
2,5 (Colher de Sopa) de Azeite
2,5 (Colher de Café) de Sal
780g de Farinha Branca
2,5 (Colher de Café) de Fermento

Ingredientes para o Recheio
Polpa de Tomate
Queijo Mozzarela
Cogumelos
Bacon
Extra queijo
Ananás
Oregãos




Preparação

1 - Adicionar a água na cuba
2 - Juntar o Azeite
3 - Adicionar o Sal
4 - Juntar a Farinha Branca
5 - Juntar o fermento
6 - Colocar a cuba dentro da maquina de fazer pão
7 - Escolher o Menu 13
8 - Deixar na maquina durante 1h25m
9 - Numa superfice limpa e polvilhada com farinha deitar a massa e
10- Com o rolo da massa, alisar a massa.
11- Colocar os ingredientes, primeiro a polpa de tomate, o queijo mozzarela fatiado, os cogumelos também fatiados, o ananás, o bacon, queijo mozzarela raspado e os oregãos.
12- Aquecer o forno durante 5 min a uma temperatura de 220 Cº
13- Levar a massa ao forno num tabuleiro barrado com margarina e polvilhado com farinha durante 15 min. O forno tem que estar com uma temperatura de 210 Cº

sábado, março 15, 2008

Total Make Over

Antes



Depois

Durante a tua Ausência

Antes



Depois

Fugaça

Ingredientes

430 ml de água
5,5 (Colher de Sopa) de Azeite
2,5 (Colher de Café) de Sal
720g de Farinha Branca
4,5 (Colher de Café) de Fermento

Preparação

1 - Adicionar a água na cuba
2 - Juntar o Azeite
3 - Adicionar o Sal
4 - Juntar a Farinha Branca
5 - Juntar o fermento
6 - Colocar a cuba dentro da maquina de fazer pão
7 - Escolher o Menu 13
8 - Deixar na maquina durante 1h25m
9 - Numa superfice limpa e polvilhada com farinha deitar a massa e amassa-la e dobra-la umas 4 vezes
10- Com o rolo da massa, alisar a massa. Eu decidi fazer uma fugaça em coroa e entrançada
11- Deixar a massa repousar durante 20 min a uma temperatura de 25 Cº, para aumentar de tamanho
12- Aquecer o forno com recepiente com água durante 5 min a uma temperatura de 220 Cº
13- Pincelar com agua a massa
14- Levar a massa ao forno num tabuleiro barrado com margarina e polvilhado com farinha durante 25 min. O forno tem que estar com uma temperatura de 210 Cº

sábado, março 08, 2008

Pizza Gulossssaaa!!!

Ingredientes

1 Base para pizza
1 Pacote de Polpa de Tomate
1/2 Cebola
1 Queijo Chevre
Mel
Nozes
Oregãos

Preparação
1 - Fazer a massa para Pizza (pode ser na maquina de fazer pão, neste caso a massa para a pizza foi feita na Bimby)
2 - Estender a massa
3 - Cobrir com a polpa de tomate
4 - Distribuir pela base da pizza o queijo Chevre
5 - Colocar a cebola cortada às meias luas, fininhas
6 - Saltear algumas nozes
7 - Regar umas colheres de mel
8 - Por fim temperar com os oregãos
9 - Levar ao forno já aquecido durante uns 15 min.

Está pronta a servir!!! Huuuummmmmmm!!!! Que apetitosaaaa!!!